Rein Taaramäe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rein Taaramäe
Rein Taaramäe (6788264541).jpg
Informação pessoal
Nome nativo Rein Taaramäe
Pseudônimo(s) Vader
Nascimento 24 de abril de 1987 (32 anos)
Tartu, Estônia
Estatura 1,84 m
Cidadania  Estónia
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipe
Equipe atual Astana
Disciplina Estrada
Função Ciclista
Amador
2007 Cofidis (estagiário)
Profissional
2008–2014
2015
2016–
Cofidis
Astana
Team Katusha
Estatísticas
Rein Taaramäe no ProCyclingStats

Rein Taaramäe (nascido em 24 de abril de 1987) é um ciclista estoniano, atual membro da equipe de UCI ProTour, Astana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Taaramäe no Tour de l'Ain de 2009

Taaramäe se tornou profissional em 2008 para Cofidis depois de alinhar para a equipe como um estagiário no final de 2007 e vencer uma etapa no Circuit des Ardennes no início da temporada. Em 2008 venceu duas etapas do Grande Prêmio de Portugal e uma etapa do Tour de l'Avenir. Nos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim, Taaramäe competiu na prova de estrada e na estrada contrarrelógio – terminou em 47º e 16º, respectivamente.[1]

Em 2009 ele terminou em terceiro lugar na Volta à Romandia e oitavo no Volta à Suíça. Taaramäe venceu ambos a corrida de estrada nacional e estrada contrarrelógio.[2] Ele também ganhou o Tour de l'Ain após vencer a última etapa pelo Passo do Grande Colombier. Em 2010, Taaramäe terminou em sétimo no Paris-Nice e terceiro na Volta a Catalunha.

Em 2011, Rein terminou em 11º na geral no Tour de France. Na 14ª etapa da Volta a Espanha, Taaramäe e seu companheiro, David de la Fuente, foram os dois últimos dos 17 ciclistas, mas com 2 km para a chegada, David deixou cair para trás o ritmo do companheiro de equipe, Juan José Cobo, até a subida permitindo Taaramäe, sozinho, a vencer sua primeira etapa da Grande Volta.[3][4][5] Em última análise, retirou-se da corrida antes da sua conclusão em Madrid, Espanha.

Em agosto de 2014, o gerente geral Alexander Vinokourov da Astana Pro Team, anunciou que Taaramäe tinha assinado um contrato de um ano com a equipe para a temporada de 2015.[6]

2015 começou bem para o Taaramäe com a vitória em Vuelta a Murcia. As esperanças eram grandes com Grandes Voltas em mente, especialmente Tour de France. Em Tour de France 2015, Taaramäe foi concebido para ajudar Vincenzo Nibali nas montanhas. Infelizmente Taaramäe foi forçado a abandonar a corrida na 11ª etapa devido à doença. Após o decepcionante Tour, Taaramäe passou a vencer em grande estilo consecutivos a Volta a Burgos 2015 e Arctic Race of Norway 2015, em agosto. Rumores de Taaramäe deixando Astana começaram a surgir e no fim de agosto Taaramäe assinou um contrato de um ano com a equipe Katusha.

Referências

  1. «Resultados olímpicos de Rein Taaramäe» (em inglês). Sports Reference. Consultado em 6 de dezembro de 2015 
  2. Greg Johnson (28 de julho de 2009). «Taaramae takes road title too». Cycling News. Consultado em 23 de julho de 2011 
  3. http://www.steephill.tv/2011/vuelta-a-espana/photos/stage-14/
  4. Clarke, Les (3 de setembro de 2011). «Taaramae tackles La Farrapona». Cyclingnews.com. Consultado em 6 de dezembro de 2015 
  5. «Rein Taaramae takes stage 14 of the 2011 Vuelta a España; Bradley Wiggins defends lead». VeloNews.com. 3 de setembro de 2011. Consultado em 6 de dezembro de 2015 
  6. cyclingnews.com. 20 de agosto de 2014 http://www.cyclingnews.com/news/taaramae-signs-one-year-deal-with-astana. Consultado em 30 de agosto de 2014  Parâmetro desconhecido |titule= ignorado (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rein Taaramäe
Cycling (road) pictogram.svg Este artigo sobre um(a) ciclista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.