Relógio digital

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Exemplo de um LCD de relógio Digital.

Relógio digital é um tipo de relógio que utiliza meios eletrônicos para manter as horas.

O relógio digital utiliza energia elétrica que é normalmente suprida por uma bateria de pequena carga. Ele utiliza um cristal piezoelétrico para gerar pulsos elétricos a uma frequência constante de 32 768 Hz, a qual é levada a um conjunto de divisores de frequência que, dividindo-a por 32 768 obtém-se 1 pulso por segundo. Usualmente, as horas são exibidas por meio de um visor de LEDs ou cristal líquido.

Como o cristal oscila a uma frequência constante, nos relógios digitais normalmente a 32 768 Hz, o que corresponde a 215, torna-se útil no uso em circuitos digitais, ou binários, pois o sistema de numeração binário tem como base o número 2.

Relógios digitais são pequenos, baratos e precisos, por isso, são encontrados associados a praticamente todos os aparelhos eletrônicos, como aparelhos de som, televisores, microondas e celular.

Entretanto, relógios de pulso analógicos são mais populares do que os relógios digitais. Uma variação bastante comum é o relógio analógico a quartz, que utiliza o mesmo sistema de geração de pulsos do relógio digital para movimentar ponteiros mecânicos.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro relógio de bolso digital foi a invenção do engenheiro austríaco Josef Pallweber, que criou seu mecanismo "hora de pular" em 1883. Em vez de um mostrador convencional, a hora do salto mostrava duas janelas em um mostrador esmaltado, através das quais as horas e minutos são visível nos discos rotativos. O segundo ponteiro permaneceu convencional. Em 1885, o mecanismo Pallweber já estava no mercado em relógios de bolso da Cortébert e IWC; contribuindo indiscutivelmente para a subseqüente ascensão e sucesso comercial da IWC. Os princípios do movimento das horas de salto de Pallweber apareceram em relógios de pulso nos anos 1920 (Cortébert) e ainda são usados hoje (Chronoswiss Digiteur). Embora o inventor original não tenha uma marca de relógios na época, seu nome já foi ressuscitado por um fabricante de relógios recém-estabelecido.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Home page». JosefPallweber.com. Consultado em 7 de novembro de 2015.. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Relógio digital
Ícone de esboço Este artigo sobre eletrônica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.