Renato Braz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Renato Braz
Informação geral
Nome completo Renato Braz
Nascimento 13 de outubro de 1967 (54 anos)
Origem São Paulo, SP
País Brasil Flag of Brazil.svg
Gênero(s) MPB
Instrumento(s) voz, violão, percussão e bateria
Período em atividade 1996 - presente

Renato Braz (São Paulo, 13 de outubro de 1968) é um cantor, violonista e percussionista brasileiro.

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Indicado ao Prêmio Sharp de Música Brasileira 1996.[1]
  • Vencedor do 5º Prêmio Visa de Música Brasileira – Edição Vocal, em 2002.[2]
  • Prêmio Rival Petrobrás na categoria Cantor Popular.[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Renato Braz
  • 1998 - História Antiga
  • 2002 - Outro Quilombo
  • 2002 - Quixote
  • 2006 - Por Toda a Vida - As Canções de Jean e Paulo Garfunkel
  • 2010 - Papo de Passarim (com Zé Renato)
  • 2012 - Casa de Morar
  • 2014 - Silêncio (com Nailor Proveta e Edson Alves)
  • 2014 - Villa-Lobos Superstar (Pau Brasil, Ensemble SP e Renato Braz)
  • 2015 - Saudade (com Paul Winter, Dori Caymmi, Ivan Lins e The Dmitri Pokrovsky Ensemble)
  • 2015 - Canela (com Maogani)
  • 2017 - Tatanagüê
  • 2018 - Canto Guerreiro / Levantados do Chão

Referências

  1. Marcos Dias (15 de agosto de 2012). «Renato Braz se apresenta pela primeira vez em Salvador». A Tarde. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  2. a b «Quarteto Maogani de Violões e Renato Braz». Itaú Cultural. 29 de outubro de 2012. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]