Rendimento Social de Inserção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Rendimento Social de Inserção é uma prestação do Subsistema de Solidariedade no âmbito do Sistema de Protecção Social de Cidadania, da Segurança Social Portuguesa. É um mecanismo de combate à pobreza possibilitando a indivíduos, e seus agregados familiares, a obtenção de apoios adaptados à sua situação, facilitando a satisfação das suas necessidades básicas e visando a inserção laboral, social e comunitária.

O requerimento deve ser feito num posto da Segurança Social, e o mesmo pode ser efetuado no mesmo dia.

Determinação do montante[editar | editar código-fonte]

O valor do RSI é determinado pela diferença entre um valor calculado em função da dimensão do agregado familiar e os rendimentos auferidos por esse agregado (com a particularidade que, para efeitos do cálculo do RSI, os rendimentos do trabalho só contam em 80%).

Exemplo: Para uma família com dois adultos e cinco crianças, o valor base para a determinação do RSI será (em 2016) de 760,18 euros - 43,173% do indexante de apoios sociais (180,99 euros em 2016) mais 70% (126,69 euros) por cada adulto além do titular e mais 50% (90,5 euros) por cada menor. Se um elemento do agregado receber rendimentos do trabalho no valor de 530 euros e além disso a família tiver outros rendimentos no valor de 100 euros, essa família receberia 209,68 euros de RSI (760,18 - (100 + 80%x530)).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]