Reserve Bank of India

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Reserve Bank of India (Bhāratīya Rijarva Baiṃka, Banco da Reserva da Índia) é a instituição bancária central da Índia, que controla a política monetária da rupia indiana. Começou suas operações em 1º de abril de 1935 de acordo com a Lei do Reserve Bank of India de 1934.[1] O capital social original foi dividido em ações de 100 cada totalmente pagas, inicialmente detidas integralmente por acionistas privados.[2] Após a independência da Índia em 15 de agosto de 1947, o RBI foi nacionalizado em 1 de janeiro de 1949.[3]

O RBI desempenha um papel importante na estratégia de desenvolvimento do governo da Índia. É um banco membro da União Asiática de Compensação. A superintendência geral e direção do RBI é confiada a diretoria central de 21 membros: o governador; quatro vice-governadores; dois representantes do ministério das finanças (geralmente o Secretário de Assuntos Econômicos e o Secretário de Serviços Financeiros); dez diretores nomeados pelo governo para representar elementos importantes da economia da Índia; e quatro diretores para representar as diretorias locais com sede em Mumbai, Kolkata, Chennai e a capital Nova Deli. Cada um desses conselhos locais é formado por cinco membros que representam interesses regionais, interesses de bancos cooperativos e indígenas.

O banco central era uma autoridade monetária independente que regula os bancos e fornece serviços financeiros importantes como armazenamento de reservas cambiais, controle da inflação, relatório de política monetária até agosto de 2016. Um banco central é conhecido por diferentes nomes em diferentes países. As funções de um banco central variam de país para país e são órgãos autônomos ou quase autônomos e desempenham, ou através de outra agência, funções monetárias vitais no país. Um banco central é uma instituição financeira vital de uma economia e os principais objetos dos bancos centrais podem diferir de país para país, ainda que desempenhem atividades e funções com o objetivo de manter a estabilidade econômica e o crescimento de uma economia.[4]

O banco também está ativo na promoção da política de inclusão financeira e é um dos principais membros da Alliance for Financial Inclusion (AFI). O banco é frequentemente chamado pelo nome de Mint Street.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Reserve Bank of India Act, 1934» (PDF). p. 115. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  2. «RESERVE BANK OF INDIA ACT, 1934 (As modified up to 27 de fevereiro de 2009)» (PDF). Reserve Bank of India (RBI). Consultado em 20 de novembro de 2010 
  3. «RBI History - Reserve Bank of India Nationalisation Newspaper Clipping» 
  4. Kolekar, Yogesh Prasad (6 de agosto de 2015). «Central Bank – A Vital Organization of an Economy». SSRN 2640638Acessível livremente 
  5. Srinivas, Yanamandra (1 de dezembro de 2014). «Minsky, Monetary Policy and Mint Street: Challenges for the Art of Monetary Policymaking in Emerging Economies». Levy Economics Institute Working Paper Collection. SSRN 2532526Acessível livremente 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.