Resistência de aquecimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Aquecimento Joule. Se a fusão não for óbvia, por favor crie um espaço de discussão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Em marcações antigas é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e leve toda a discussão quando levar o caso para a central. (desde janeiro de 2014)
Resistência de aquecimento de INCOLOY para imersão.

As resistências de aquecimento convertem energia elétrica em calor por meio do processo de aquecimento Joule descoberto por James Prescott Joule em 1841; ao fazer circular uma corrente elétrica por um condutor observou que se libertava calor devido à resistência oferecida pelo condutor.

Atualmente as resistências de aquecimento são utilizadas para uma infinidade de aplicações. A grande maioria delas é fabricada com um fio de uma liga de níquel (80%) e crómio (20%). Esta liga suporta temperaturas muito altas (1000 C), é resistivo (condição necessária para produzir calor), é muito resistente aos impactos e é inoxidável.

Ícone de esboço Este artigo sobre Eletricidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.