Retrocognição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A retrocognição, também conhecida como regressão de memória ou regressão a vidas passadas, seria um fenômeno parapsíquico espontâneo ou induzido no qual o indivíduo lembraria espontaneamente de lugares, fatos[1] ou pessoas relativos a experiências passadas, sejam elas vidas ou períodos entre vidas.

Através das diferentes técnicas de regressão pode-se acessar fatos ocorridos durante a vida adulta, a adolescência, a infância, o nascimento, a vida intra-uterina, e até mesmo experiências ocorridas em outras vivências que ainda afetam o dia-a-dia.

A vida humana é composta por momentos e fases onde cada etapa tem uma importância significativa. Tais fases são marcadas por descobertas, desafios, emoções, sentimentos e aprendizados entre inúmeras outras experiências que a vida pode proporcionar.

A regressão de memória pode ser induzida por hipnose ou técnicas respiratórias. Ela também pode ocorrer espontaneamente.

Acredita-se que é possível resgatar memórias anteriores à vida intra-uterina, ou seja, experiências extra cerebrais que atuariam como marcas mnêmicas, como por exemplo o ato da concepção. A proposta é bastante interessante mas ainda carece de estudos mais aprofundados.Terezinha de Oliveira Nogueira da Costa é muito importante, mais ainda carece de estudos mais aprofundados.

Definição conscienciológica[editar | editar código-fonte]

Segundo a conscienciologia, o termo retrocognição se refere a uma rememoração lúcida de vidas passadas, transcendendo a memória cerebral. Estas rememorações por sua vez, podem se referir a recordações (sadias ou doentias) ou ideias inatas. Ocorrem de maneira induzida ou involuntária, podendo se dar durante a vigília física ordinária ou também durante uma projeção consciente.

A conscienciologia também dá ênfase às retrocognições de períodos intermissivos (entre vidas) recentes. Estas rememorações seriam de grande valor evolutivo, porém de difícil acesso.[2]

Bibliografia adicional[editar | editar código-fonte]

  • ALEGRETTI, Wagner; Retrocognições: Pesquisa da Memória de Vivências Passadas[3]
  • TUCKER, Jim B.; Vida Antes da Vida: Uma pesquisa científica das lembranças que as crianças têm de vidas passadas

Referências

  1. Significado de "retrocognição", Dicionário de Português Online MICHAELIS em linha, 2009 (consultado em 19-03-2013).
  2. Vieira, Waldo (2012). «4». Nossa Evolução 3ª ed. Foz do Iguçu-PR: Editares. p. 26. 169 páginas. ISBN 978-85-98966-58-8 
  3. Alegretti, Wagner (2010). Retrocognições. Pesquisa da Memória de Vivências Passadas. 14 x 21 cm, 0,35 Kg 3ª ed. Foz do Iguçu-PR: Editares. 310 páginas. ISBN 978-85-98966-28-1 

Ver também[editar | editar código-fonte]