Revista Verde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Capa de uma edição da Revista Verde.

A Revista Verde foi um periódico "mensal de arte e cultura" do grupo artístico mineiro Movimento Verde. Editado na cidade de Cataguases, circulou de setembro de 1927 a janeiro de 1928 e em maio de 1929.

Seus integrantes foram Henrique de Resende (diretor), Antônio Martins Mendes e Rosário Fusco (redatores), Ascânio Lopes, Camilo Soares Filho, Christophoro Fonte Boa, Francisco Ignácio Peixoto, Guilhermino César, Oswaldo Abritta, Renato Gama, Martins Mendes.

A publicação teve por colaboradores Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Aníbal Machado, Antônio de Alcântara Machado, Sérgio Milliet, Ribeiro Couto, Prudente de Morais, neto, João Alphonsus, Godofredo Rangel, Marques Rebelo, entre outros.

Devido à morte prematura de Ascânio Lopes, aos 21 anos de idade, a Verde contou apenas seis edições.

O grupo também manteve ligações com Humberto Mauro, um dos pioneiros do cinema nacional e que à época vivia em Cataguases.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma revista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.