Ricardo Elias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


RICARDO ELIAS[editar | editar código-fonte]

Ricardo Elias[1] nasceu em São Paulo em 1968. Graduou-se em Cinema na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP) em 1992. Dirigiu os longa metragens Mare Nostrum (2018), Os 12 Trabalhos[2] (2006) e De Passagem[3](2003).

Os 12 Trabalhos” , ganhou o Prêmio de Melhor filme no Festival de San Sebastian / Horizontes Latinos, Espanha 2006;  3º Premio Coral no Festival de Havana, Cuba 2006. Exibido no Festival Internacional de São Francisco e no Festival de Cinema Latino de Chicago, EUA 2007. Melhor Ator, Festival Internacional do Rio de Janeiro, 2007; Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor Ator coadjuvante no Cine Pe – Festival do Audiovisual, 2007.

De Passagem, foi exibido no Festival do Cinema Mundial de Montreal, Canada 2003, recebeu vários prêmios no Festival Internacional de Gramado, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor e foi eleito pelo público o melhor filme brasileiro da Mostra Internacional de São Paulo, 2003;  Prêmio de melhor filme do Publico no Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira, Portugal 2004, melhor Diretor no Festival de Cinema Brasileiro de Miami, EUA 2004. Exibido no Festival Internacional de Cinema de Kerala, India 2004.

Ricardo Elias também é diretor de Televisão com diversos trabalhos entre eles Terra Dois[4], melhor programa da Tv brasileira de 2017 - premio APCA, Manos e Minas e Telecurso.

  1. «Ricardo Elias | Filme B - o maior portal sobre o mercado de cinema no Brasil». www.filmeb.com.br. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  2. «os 12 trabalhos - Pesquisa Google». g.co. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  3. «de passagem - Pesquisa Google». g.co. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  4. «TERRADOIS». TV Cultura