Rio Logone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Logone
The Logon-Birni - general view.jpg

O rio Logone em Birni (1892) (gravura de Elisée Reclus do livro The earth and its inhabitants, Africa 1893)

Charirivermap.png

Mapa que mostra a bacia do rio Logone integrada na do rio Chari

Localização
Continente
País
Coordenadas
Dimensões
Comprimento
1 000 km
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Chad Basin (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Área da bacia
78 000 km²
País(es) da
bacia hidrográfica
Afluente
principal
Lago no curso
Lake Maga (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Caudal médio
492 m³/s
Foz
Desagua no rio Chari em N'Djamena


O rio Logone (ou Logon) é o principal afluente do rio Chari (faz portanto parte da bacia endorreica do lago Chade), e percorre zonas pantanosas na maior parte do seu trajeto pelo nordeste dos Camarões e sudoeste do Chade. Parte do rio forma a fronteira Camarões-Chade.

É formado pela confluência do rio Vina (inteiramente camaronês) e do M'Béré, ambos nascidos nos Camarões.

O rio, com cerca de 1000 km de comprimento, constitui um importante recurso para as populações que vivem ao longo das suas margens, pois é fonte de pesca, existindo espécies como a perca-do-nilo (Lates niloticus).

No Chade, as regiões Logone Oriental e Logone Ocidental devem o seu nome a este rio. O rio Logone é o principal afluente do lago Fianga.

Principais cidades nas suas margens[editar | editar código-fonte]

Referências