Roca de fiar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fiandeira com roca e fuso

Uma roca[1] de fiar é uma ferramenta utilizada na fiação manual ou mecânica.[2]

Roca manual[editar | editar código-fonte]

Benjamim Pereira (1960-1961), com base nos elementos constituintes das rocas manuais definiu quatro categorias distintas:[3]

  • Categoria A) roca constituída apenas pelo cabo;
  • Categoria B) roca formada por um cabo com hastes numa das extremidades;
  • Categoria C) roca composta por um cabo, roquil e torre;
  • Categoria D) roca com ou sem cabo, constituída por uma tábua espalmada.

Roca mecânica[editar | editar código-fonte]

Supõe-se que as rocas como rodas de fiar tiveram origem na India entre os anos 500 and 1000 d.c. No século XIII a roda de fiar é introduzida na Europa e compete com a roca e o fuso.[5]

São dois os tipos de rodas mais frequentes:

  • roda de fiar com manivela, consiste geralmente num mesa apoiada sobre quatro pés, com uma roda montada numa das extremidades,

esta é accionada por uma manivela anexa ao eixo da roda, na outra extremidade da mesa tem um fuso de ferro com um carreto em madeira que recebe o movimento da roda através de um cordel que os liga;

  • roda de fiar com pedal, que além de fiar enrola o fio.[3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O substantivo roca deriva do vocábulo da língua gótica ruka.[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rodas de fiar
Ícone de esboço Este artigo sobre ferramentas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.