Rolamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um rolamento (informalmente denominado rolimã) é um dispositivo que permite relativo controlado entre duas ou mais partes. Serve para substituir a fricção de deslizamento entre as superfícies do eixo e da chumaceira por uma fricção de rolamento. Compreende os chamados corpos rolantes, como bolas, rodízios, etc. Os anéis que constituem os trilhos de roldana e a caixa interposta entre os anéis. Todos estes elementos são de aço combinado com crómo e as suas dimensões estão submetidas a um sistema de normalização do rolamento.

Diferença entre rolamentos[editar | editar código-fonte]

Temos diversos tipos de rolamentos, variando de acordo com o formato de rolete utilizado, tais como: de esfera, roletes (rolos) e de agulha.[1] Estes rolamentos variam de abertos, ou seja, não retendo totalmente a graxa lubrificante, vedados através de retentores metálico, plástico ou borracha e os rolamentos selados, que por sua vez possuem maior retenção de graxas, aumentando de forma progressiva a vida útil dos mesmos, além de proporcionar melhor nível de ruído, que nos dias atuais fazem muita diferença para o usuário final. Os custos de tais rolamentos também variam na medida em que são mais qualificados. Quando comparamos os rolamentos de esferas com os de rolos com as mesmas dimensões, os rolamentos de esferas apresentam uma resistência ao atrito menor e uma menor variação de rotação que os rolamentos de rolos a rolimã tambem e utilizada para fazer brinquedos .

Isto os faz mais adequados para uso em aplicações que requerem alta rotação, alta precisão, baixo torque e baixa vibração. Inversamente, os rolamentos de rolo têm uma capacidade de carga maior, o que os torna mais apropriados para aplicações que requerem longa vida e resistência para cargas elevadas e de choques.

As buchas sinterizadas são aplicadas para substituir rolamentos, sempre levando em consideração a exigência, cargas adequadas, vida útil e custos apropriados. Figura que termina no seu ponto de partida criando uma linha contínua de precisão e movimento.

Precisão do Rolamento e Nomeclatura ABEC[editar | editar código-fonte]

Assim como os mais diversos produtos industriais, os rolamentos tem o seu determinado grau de precisão. O seu grau de precisão é influenciado tanto pelos seus componentes quanto pela maneira que foi construído. Existem duas nomenclaturas bastante utilizadas no mercado para se "medir" a qualidade de um rolamento, são elas a ISO e a ABEC. Quanto maior o número ABEC, maior é a precisão do rolamento, em uma relação diretamente proporcional. Abaixo, você pode ver a relação de tolerância entre ABEC e ISO.

  • Para ABEC 1, ISO P0;
  • Para ABEC 3, ISO P6;
  • Para ABEC 5, ISO P5;
  • Para ABEC 7, ISO P4;
  • Para ABEC 9, ISO P2.

Vale salientar que tanto a Abec quanto a Iso cobrem apenas uma parte da precisão dos rolamentos que é a tolerância. O mais importante é adquirir rolamentos de marca e de empresas que tenham tradição no comércio destas peças.

História dos Rolamentos[editar | editar código-fonte]

Embora suponha-se que a invenção dos rolamentos possam ser anteriores à invenção da roda, o primeiro registro de rolamentos da história foi encontrado na década de 1930 no lago Nemi. Pesquisadores encontraram vestígios de dois navios do imperador Romano Calígula, datados de 12 – 41 d.C. Entre os vestígios estavam os rolamentos de esfera mais antigos conhecidos até hoje: um com esferas de bronze e outro com esferas de madeira.

Referências

  1. Flávio Saraiva, [1]Manutenção e suprimentos, 2018

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rolamento

http://www.nsk.com.br/upload/file/Cat%C3%A1logo%20Geral%20NSK(1).pdf

http://www.abecom.com.br/produtos/rolamentos-abecom/

http://www.emtecorp.com.br/duas-rodas

Ícone de esboço Este artigo sobre engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.