Rondão Almeida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Outubro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

José António Rondão Almeida ComIH é um político português, natural da cidade de Elvas. Foi presidente da Câmara Municipal de Elvas pelo PS desde 4 de janeiro de 1993. Em outubro de 2009, José António Rondão Almeida foi eleito presidente da Câmara Municipal de Elvas pela quinta vez consecutiva com a maioria absoluta. Em 2013 deixou de ser presidente da Câmara Municipal devido à nova lei de limitações de cargo, continuando de igual forma na lista do PS candidata à Câmara Municipal de Elvas. A mesma lista na qual estava, agora encabeçada pelo seu n.º 2, o Dr. Nuno Mocinha, venceu novamente as eleições com maioria absoluta. Desde então, José António Rondão Almeida é Vereador da Câmara Municipal de Elvas.

Nas comemorações oficiais do Dia de Portugal de 2013, a 10 de Junho, realizadas em Elvas, José António Rondão Almeida foi condecorado pelo Presidente da República, com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Ao contrário daquilo que foi amplamente publicitado pelo seu partido - Partido Socialista (Portugal), José António Rondão Almeida recandidatou-se nas eleições de 2013. No entanto, por estar legalmente impedido de encabeçar uma lista, apresentou-se como número três da lista do PS, sendo político e partido coniventes neste "contorno" da recente lei.[1]

Até 2015, foi Presidente da Concelhia de Elvas do PS, no entanto e após algumas discórdias com o atual Presidente da Câmara de Elvas, também do PS, Rondão Almeida abandonou o cargo da concelhia. Em virtude desses desentendimentos, o atual Presidente da CME retirou-lhe os pelouros de vereação, passando este a ser um vereador sem pelouros tal como acontecia com o vereador da oposição na autarquia.

Em Setembro de 2016, anunciou oficialmente a sua recandidatura à Câmara Municipal de Elvas nas eleições autárquicas de 2017, desta vez como independente pelo movimento "Elvas é o Nosso Partido".

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.