Síntese química

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Síntese química é o processo de obter compostos químicos a partir de substâncias mais simples. O objetivo principal da síntese química, além de produzir novas substâncias químicas, é o desenvolvimento de métodos mais econômicos e eficientes para sintetizar substâncias naturais já conhecidas, como por exemplo o ácido acetilsalicílico (presente nas folhas do salgueiro) ou o ácido ascórbico ou vitamina C, que já se encontra de forma natural em muitos vegetais. Também a síntese química permite obter produtos que não existem de forma natural, como o aço, os plásticos ou os adesivos.[1]

Atualmente existem aproximadamente onze milhões de produtos químicos de síntese catalogados e se calcula que a cada dia se obtém mais 2000. O progresso científico tem permitido um grande desenvolvimento das técnicas de síntese química. Inicialmente estes produtos se obtinham de maneira casual Ainda que, na atualidade, é possível realizar simulações por computadores antes de experimentar no laboratório.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Vogel, A.I., Tatchell, A.R., Furnis, B.S., Hannaford, A.J. and P.W.G. Smith. Vogel's Textbook of Practical Organic Chemistry, 5th Edition. Prentice Hall, 1996. ISBN 0-582-46236-3.