Sacarrabos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSacarrabos
Gravura de von Schreber
Gravura de von Schreber
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnívoros
Família: Herpestidae
Género: Herpestes
Espécie: H. ichneumon
Nome binomial
Herpestes ichneumon
Lineu, 1758

O sacarrabos, saca-rabos[2][3] icnêumone[4], rato-de-faraó[5][6], rato-do-egipto[7], manguço[8] ou escalavardo[9] (Herpestes ichneumon) é um mangusto da Europa, Ásia e África, estimado pelos antigos egípcios por ser considerado um grande devorador de ovos de crocodilos.[10]

Em Portugal e no resto da Península Ibérica, foi possivelmente introduzido pelos árabes entre os séculos VIII a XV.[11] Dados arqueológicos publicados em 2018, no entanto, sugerem que a introdução possa ter sido anterior, e feita pelos Romanos.[12]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O saca-rabos tem uma silhueta comprida e esguia,[13] com uma pelagem de coloração uniforme pardacenta ou acinzentada e pêlos negros com a ponta cor de creme,[14] os quais são bastante compridos, chegando a medir entre 6 a 8 centímetros.[15] As patas são escuras[14] e curtas, com cinco dedos em cada pata e garras afiadas, recurvas e não-retrácteis[14], que utiliza para escavar.[16]

Tem a cauda larga na base com tufos de pêlos compridos e negros nas pontas. As orelhas são curtas e arredondadas.[14] Um traço emblemático desta espécie são as suas pupilas horizontais, característica um tanto excepcional entre os carnívoros.[14] Além do mais, apresenta grandes glândulas anais , com duas aberturas.[16]

Só de corpo, mede entre 48 e 60 centímetros; sendo que a cauda mede entre 33 e 54 centímetros. Pode pesar entre um quilo e setecentos gramas a 4 kg.[17]

Referências

  1. IUCN (27 de fevereiro de 2016). «Herpestes ichneumon: Do Linh San, E., Maddock, A.H., Gaubert, P. & Palomares, F.: The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T41613A45207211» (em inglês). doi:10.2305/iucn.uk.2016-1.rlts.t41613a45207211.en 
  2. S.A, Priberam Informática. «saca-rabos». Dicionário Priberam. Consultado em 2 de março de 2021 
  3. Infopédia. «saca-rabos | Definição ou significado de saca-rabos no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 2 de março de 2021 
  4. Infopédia. «icnêumone | Definição ou significado de icnêumone no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 2 de março de 2021 
  5. Infopédia. «rato-de-faraó | Definição ou significado de rato-de-faraó no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 2 de março de 2021 
  6. S.A, Priberam Informática. «rato-de-faraó». Dicionário Priberam. Consultado em 2 de março de 2021 
  7. Infopédia. «rato-do-egito | Definição ou significado de rato-do-egito no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 2 de março de 2021 
  8. Infopédia. «manguço | Definição ou significado de manguço no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 2 de março de 2021 
  9. S.A, Priberam Informática. «ESCALAVARDO». Dicionário Priberam. Consultado em 2 de março de 2021 
  10. Geographic, National. «Saca-rabos: a vida errante do rato dos faraós». nationalgeographic.sapo.pt. Consultado em 3 de julho de 2019 
  11. «Ficha do Sacarrabos - Espécies - Naturlink». naturlink.pt. Consultado em 3 de julho de 2019 
  12. Detry, Cleia; Cardoso, João Luís; Heras Mora, Javier; Bustamante-Álvarez, Macarena; Silva, Ana Maria; Pimenta, João; Fernandes, Isabel; Fernandes, Carlos (11 de outubro de 2018). «Did the Romans introduce the Egyptian mongoose (Herpestes ichneumon) into the Iberian Peninsula?». The Science of Nature (em inglês). 105 (11). 63 páginas. ISSN 1432-1904. doi:10.1007/s00114-018-1586-5 
  13. Aulagnier, S., Haffner, P., Mitchell-Jones, A. J., Moutou, F. y Zima, J. (2009). Guía de los Mamíferos de Europa, del norte de África y de Oriente Medio (em espanhol) 1ª ed. Barcelona, España: Lynx Edicions. 274 páginas. ISBN 978-84-96553-52-1 
  14. a b c d e MacDonald, D. y Barrett, P. (2008). Guía de campo de los Mamíferos de España y de Europa (em espanhol). Barcelona, España: Ediciones Omega. 468 páginas. ISBN 978-84-282-1490-2 
  15. Padilla Álvarez, F. y Cuesta López, A. E. (2003). Ediciones Díaz de Santos, ed. Zoología Aplicada (em espanhol). Madrid, España: [s.n.] 488 páginas. ISBN 84-7978-588-8 
  16. a b Bies, L. (2002). Animal Diversity Web, ed. «Herpestes ichneumon (On-line)» (em inglês). Consultado em 27 de Março de 2011 
  17. Kingdon, J. (1989). East African Mammals: an Atlas of Evolution in Africa, Carnivores (em inglês). Vol. 3, parte 1. Londres, Reino Unido: The University of Chicago Press. 491 páginas. ISBN 9780226437217 
Ícone de esboço Este artigo sobre carnívoros, integrado no Projeto Mamíferos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.