Sea Islands

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
As Sea Islands

As Sea Islands (ilhas do Mar) são uma cadeia de ilhas de maré e ilhas barreira situadas ao longo da costa sudeste (atlântica) dos Estados Unidos, entre as fozes dos rios Santee e St. Johns, entre o nordeste do estado da Flórida, Geórgia e Carolina do Sul. No total há cerca de 100 ilhas.[1]

As ilhas foram conquistadas pelos espanhóis em 1568. Estavam habitadas pelas tribos nativas dos creeks e guales.[2] Durante a Guerra Civil Americana, a Armada da União ocupou as ilhas muito cedo. Os habitantes brancos do sul refugiaram-se na costa, em mãos ainda dos Confederados. Em troca, os escravos negros permaneceram nas ilhas e, após a proclamação da emancipação pelo presidente Abraham Lincoln, desenvolveram uma forma de vida específica e uma cultura crioula própria, denominada gullah, que incluía formas musicais próprias.[3]

As Sea Islands foram arrasadas por um forte furacão em 1893. Atualmente têm desenvolvida uma economia baseada no turismo, com forte implantação de hotéis, centros turísticos e estâncias balneares.

Referências

  1. Sea Islands: Erosion Remnant Islands and Barrier Islands, biblioteca do Condado de Beaufort. Ver em Sea Islands: Erosion Remnant Islands and Barrier Islands -- Beaufort County Library
  2. «Sea Islands (islands, United States) - Britannica Online Encyclopedia» 
  3. Szwed, John F. & Whitten, Norman E.: Afroamerican Abthropology: Contemporary Perspectives, Free Press, New Yoek, 1970

Ligações externas[editar | editar código-fonte]