Shantelle Malawski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Shantelle Malawski
TaylorPose1.JPG
Informações pessoais
Nascimento 26 de janeiro de 1986 (33 anos)
Toronto
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Shantelle
Shantelle Stevans
Shantelle Taylor (Indies)
San-Eye (WWE)
Taylor
Taylor Wilde (TNA)
Altura
anunciada
1.60 cm
Peso
anunciado
52 kg
Anunciado
de
Toronto, Ontario
Treinado
por
Rob "El Fuego" Etcheverria
Deep South Wrestling LLC
Estreia Junho de 2003

Shantelle Malawski[1] (Toronto, 26 de janeiro de 1986) é uma ex-lutadora de wrestling canadense. Trabalhou na Total Nonstop Action Wrestling com o nome de Taylor Wilde onde foi a primeira campeã do TNA Knockout Tag Team Championship, junto com Sarita. Taylor é também a primeira a ganhar o TNA Knockout Women's Championship e o TNA Knockout Tag Team Championship.

Carreira no wrestling profissional[editar | editar código-fonte]

Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Taylor Wilde fez seu Debut em Junho de 2003, com o ring name de Shantelle Taylor. Em 2004, ela participou do documentário de duas partes sobre wrestling, Slam Bam, que foi ao ar no Discovery Channel.[2] Em 2005 ela ganhou seu primeiro Women's Championship competindo na companhia New Vision Pro Wrestling. Ela passou o verão daquele ano em Monterrey, Mexico trabalhando o estilo lucha libre. Em Dezembro, ela participou de um tour de três shows da South Africa Wrestling, aonde também estavam ex-estrelas da WWE como Kevin Nash, Andrew Martin e Scott Steiner.[1][3] Também em Dezembro, ela foi convidada para fazer um teste em Nova Iorque para a WWE. Taylor também trabalhou para diversas promoções de wrestling independentes, incluindo Shimmer Women Athletes, Ring Divas' Battle Angels, Twin Wrestling Entertainment, e Blood Sweat and Ears. Em Abril 16, 2006, Wilde derrotou Traci Brooks para se tornar a inaugural Battle Angels Women's Champion. Shantelle também passou um tempo trabalhando em Pure Women's Action shows pela Pure Wrestling Association em Southern Ontario.

World Wrestling Entertainment / WWE[editar | editar código-fonte]

Em Maio de 2006, Taylor assinou um contrato com a WWE e foi designada para um territorio de desenvolvimento, o Deep South Wrestling. Ela fez seu Debut em 27 de Junho de 2006, com o ring name de apenas Shantelle, onde ele perdeu para Krissy Vaine. No dia 9 de Setembro de 2006, Shantelle derrotou Vaine no Deep South Wrestling Grand Park Slam evento em Six Flags Over Georgia. Durante sua estadia na Deep South, ela feudou com outras divas, como por exemplo Tracy Taylor e Angel Williams. Em Janeiro de 2007, Wilde apareceu em um house show do SmackDown!/ECW, como San-Eye, um lutador japonês máscarado, onde ela lutou com Jamie Noble.[3] Em Junho de 2007, Malawski lutou em uma dark matches antes de sua estréia televisiva no SmackDown! ainda com sua máscara. No dia 13 de Agosto de 2007, Taylor foi liberada de seu contrato de desenvolvimento.[4] Depois desse ocorrido, ela não retornou ao circuito independente e parou com o Wrestling Profissional até que a TNA a contatou, enquanto ela estava concentrada em obter um diploma de faculdade.[3][5]

Total Nonstop Action Wrestling (2008–2010)[editar | editar código-fonte]

Debut; Knockouts Champion[editar | editar código-fonte]

Autógrafo de Taylor Wilde

O teste de Shantelle na Total Nonstop Action Wrestling (TNA) foi contra Raisha Saeed.[6] Em Maio de 2008, Taylor assinou um contrato com a TNA, fazendo dela um membro oficial do TNA roster.[7] Ela apareceu então como "plant" no dia 29 de Maio, em uma gravação de Impact!. Ela respondeu ao desafio de $25,000, feito por Awesome Kong para qualquer mulher com 18 anos ou mais da platéia, mas não foi a selecionada para lutar com ela. Ela reapareceu na audiência no dia 5 de Junho, em outro Impact! para desafiar Kong, mas novamente, ela não foi escolhida para lutar com ela. No dia 19 de Junho, ela finalmente desafiou Kong no seu desafio de $25,000.[8] Ela foi anunciada com o nome de Taylor, e, mesmo perdendo, ela foi a que chegou mais perto de derrotar Kong.[8] No dia 3 de Julho, numa gravação do Impact!, Taylor derrotou Raisha Saeed e conquistou a chance de desafiar Kong na semana seguinte pelos $25,000, e desta vez o TNA Knockouts Championship também estava na disputa.[9] Na semana seguinte, agora já usando o nome "Taylor Wilde", ela derrotou Kong no desafio de $25,000 e conquistou o título de campeã feminina.[10][11] Wilde reteve seu título numa revanche no Victory Road contra Kong.[12] Em 29 de dezembro de 2010 saiu da TNA.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em 5 de fevereiro de 2011 fez sua luta de despedida contra Alissa Flash em um evento produzido em conjunto entre ChickFight e Pro Wrestling Revolution.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b LaCroix, Corey David (8 de fevereiro de 2006). «Shantelle Taylor mixes learning with wrestling». SLAM Sports!. Consultado em 12 de setembro de 2008 
  2. «Shantelle Taylor's profile». G.L.O.R.Y. Wrestling. Consultado em 8 de abril de 2008. Arquivado do original em 12 de maio de 2008 
  3. a b c «Shantelle goes Wilde, wins TNA title». Miami Herald. Consultado em 8 de abril de 2008 [ligação inativa]
  4. «Shantelle Malawski released by WWE». WWE. Consultado em 23 de dezembro de 2007 
  5. Kapur, Bob (9 de setembro de 2008). «Taylor ready to go Wilde in Ontario». SLAM! Wrestling. Consultado em 13 de julho de 2009 
  6. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome key
  7. «New TNA Knockout Signing, Lethal-Val Segment Flops Again, Nash No-Shows». Rajah. Consultado em 3 de junho de 2008. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2009 
  8. a b Sokol, Chris (20 de junho de 2008). «Impact: A phenomenal reunion». Slam Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 2 de março de 2009 
  9. Sokol, Bryan (4 de julho de 2008). «Impact: Bad dates and Sting's return». Slam Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 2 de março de 2009 
  10. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome TNA
  11. Sokol, Chris; Sokol, Bryan (11 de julho de 2008). «Impact: Last stop to Victory Road». Slam Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 2 de março de 2009 
  12. Kapur, Bob (13 de julho de 2008). «Main event mars Victory Road». Slam Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 2 de março de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]