Maria Kanellis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Kanellis
Maria Kanellis 2016.jpg
Kanellis em 2016
Informações pessoais
Nome completo Mary Louis Kanellis
Nascimento 25 de fevereiro de 1982 (36 anos)[1]
Ottawa, Illinois[2][3]
Residência Ottawa, Illinois[4]
Cônjuge(s) Mike Bennett (c. 2014)
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Maria[4]
Maria Kanellis
Maria Kanellis-Bennett
Altura
anunciada
1 70 m[5]
Peso
anunciado
120 lb (54 kg)[1]
Anunciado
de
Chicago, Illinois[4]
Treinado
por
Ohio Valley Wrestling[3]
Dave Finlay
Estreia 2004[1]

Maria Frances Louise Kanellis (Ottawa, 25 de fevereiro de 1982)[1] é uma modelo e lutadora de luta profissional que atualmente trabalha para a WWE no programa SmackDown. Entrou para a companhia em 2004, após o concurso Diva Search, como repórter. Em meados de 2006, Todd Grisham ocupou o cargo de repórter oficial da empresa, ficando até 2010. Passou então por Ring of Honor, New Japan Pro Wrestling e Total Nonstop Action Wrestling (TNA), antes de retornar para a WWE em 2017. Como modelo, Maria saiu na revista estadunidense Playboy em março de 2008.

Carreira[editar | editar código-fonte]

World Wrestling Entertainment[editar | editar código-fonte]

2004-2005[editar | editar código-fonte]

Maria no ring em 2006

Participou do concurso Diva Search 2004. Apesar de não ganhar o concurso Maria foi contratada pela WWE. Maria começou no RAW como entrevistadora de backstage. Recebeu o papel de "Loira Burra" (apesar de ser morena), atrapalhando-se várias vezes em suas entrevistas. Entre suas "burrices" estão chamar o lutador Edge como "The Edge". Esta "burrice" se repetiu em várias entrevistas, em que se destacão, John Cena, The Big Show e Mick Foley. Maria rapidamente ganhou uma grande popularidade devido a este rol na RAW. Outro exemplo foi quando preguntou a Chris Masters sobre seu sobrenombre, "The Masterpiece" e, por erro, o chamou "The Masturbate". Em 2005, participou de sua primeira luta televisiva, em 10 de janeiro na RAW. Enfrentou Christy Hemme, porém foi derrotada devido a interferência de Lilian Garcia. Em 31 de outubro na RAW Maria participou de um concurso de Halloween, vestida de anjo. Recebeu grande apoio do público, porém Victoria e Mickie James a atacaram. Maria participou no Taboo Tuesday 2005 pelo WWE Women's Championship, porém foi a primeira eliminada. Em 14 de novembro, Maria participou de uma Divas Battle Royal em tributo a Eddie Guerrero na RAW. Maria esteve durante um longo tempo na luta, só participando quando via a oportunidade de eliminar uma participante, sua estratégia funcionou, eliminando Jillian Hall e Victoria. Em 28 de novembro na RAW, Maria entrevistou o General Manager da Raw Eric Bischoff sobre a ideia de sua eventual demissão. Bishoff, rancoroso, a pôs em uma luta contra Kurt Angle. Maria foi nocauteada com o "Angle Slam", porém John Cena a defendeu. Em 5 de dezembro na RAW, Maria testemunhou no juízo contra Eric Bischoff como General Manager. Mick Foley lhe fez uma pergunta através de Mr. Socko, que ela respondeu, inteligentemente, "Na semana passada Bischoff abusou de seu poder de maneira maliciosa, e esta precipitada decisão me custou uma luta contra Kurt Angle, isto tem que ser causa de sua imediata demissão." Em dezembro de 2005 no Tribute to the Troops, as superestrelas do RAW visitaram o Afeganistão para apresentar-se para os soldados. Maria e Candice Michelle derrotarão Ashley e Trish Stratus em uma luta em duplas denominada "Santa's Helper Diva Tag Team Match".

2006-2007[editar | editar código-fonte]

Santino Marella e Maria em 2007.

Em 2 de janeiro de 2006 na RAW, Maria enfrentou Victoria. Depois de que Victoria fez um "Splash" na corner, Maria lhe pegou despistada, e lhe derrubou, levando uma surpresa vitória. Segundos depois, foi atacada pelas Vince's Devils (Candice Michelle, Torrie Wilson e Victoria), porém foi socorrida por Ashley. Durante o comercial, Vince McMahon anunciou una "Bra & Panties Gauntlet Match para o New Years Revolution 2006 entre as cinco divas que haviam se atacado no ring. No New Year's Revolution Maria foi a primeira a entrar, e eliminou Candice Michelle e Torrie Wilson antes de ser eliminada por Victoria. A luta foi ganha por Ashley. Em 6 de fevereiro na RAW, Maria fez equipe com John Cena para enfrentar Edge e Lita no evento principal. Maria não deu conta de Lita, porém a ganhou depois de que Cena escapou de Edge que aplicara um "Spear" acidentalmente em Lita. Em 20 de fevereiro na RAW, Maria competiu em uma luta para determinar a N° #1 Contender pelo Women's Champion. Maria, junto com Ashley, eliminou Victoria, porém foi eliminada por Mickie James. Em 6 de março, Maria perdeu uma luta contra Lita depois de falhar um "Clothesline" e cair em um "Lita DDT". Depois da luta, Edge estava preparando um "Spear" em Maria, porém John Cena correu em sua ajuda. Durante esse tempo, Maria começou a realizar um segmento "Kiss Cam" na WWE.com Unlimited, um segmento dedicado a fazer entrevistas aos diversos lutadores que participavão dos combates semanais da WWE. Maria teve sua primeira oportunidade pelo Campeonato Femenino em lutas de 1 contra 1 em 10 de abril de 2006 na RAW, sendo a primeira pessoa a reter a recém coroada Mickie James, porém Maria foi derrotada com muito pouco esforço. Maria particpou do "Extreme Strip Poker" en ECW em 10 de outubro representando a RAW. Durante a competição, teve uma luta com Candice Michelle, quem a acusou de haver feito trapaça durante aquele combate, o que terminou com uma luta entre ambas nessa noite, sendo que perderam a parte superior de seu bikini, vendo-se obrigadas a abandonar o combate. Em 16 de outubro, Maria ganhou uma "Fatal Four Way Bra and Panties Match" contra Victoria, Candice Michelle, e Torrie Wilson para avançar as semifinais de um torneio para determinar uma nova Women's Champion. Sem demora, em 30 de outubro na RAW, Maria perdeu nas semifinais para Lita. Em 1 de janeiro de 2007 na RAW, Maria tentou entrevistar Kevin Federline, porém foi interrompida por Melina, quem lhe deu uma bofetada e lhe insultou. Isto as levou a uma luta na mesma noite, com Melina ganhando com um "Roll-Up" depois de que Maria falhara uma "Dropkick". No New Year's Revolution 2007 Maria e Candice Michelle foram deter Melina, que quis intervir na luta entre Victoria e Mickie James pelo Campeonato Feminino. Nas duas semanas seguintes, Maria teve duas duplas distintas (Mickie James e Jeff Hardy, respectivamente) para enfrentar Melina e uma dupla. Maria perdeu uma luta, porém ganhou a segunda con Jeff. Em junho de 2007, Maria começou um romance com Santino Marella, ao qual acompanhou em todos os combates pelo resto do ano.

Maria com sua tag team partner Ashley e o Mestre de Cerimônia Snoop Dogg na WrestleMania XXIV

2008[editar | editar código-fonte]

Depois de que Ashley voltou ao RAW no início de 2008, Kanellis protagonizava segmentos no backstage onde Ashley convidava Maria a ser a próxima capa da Playboy, o que não agradou a Santino Marella. Na edição de 18 de fevereiro da RAW, Maria derrotou Beth Phoenix, ganhando o direito de estar na revista, Candice Michelle fez seu retorno durante essa luta, distraindo a Phoenix e ajudando Maria a ganhar o combate. Na edição da RAW de 17 de março fez equipe com Candice para lutar contra Jillian e Victoria. Nesta luta, Candice lesiona a clavícula. Se comunicou mais tarde que Ashley substituiria Candice na "BunnyMania Lumberjack Match" de WrestleMania XXIV (combate onde participaria junto com Maria) devido a lesão na clavícula de Candice. Na Wrestlemania XXIV participou junto com Ashley em uma "BunnyMania Match", perdendo depois de que Beth Phoenix lhe aplicara um "Fisherman Suplex". No Backlash, participou de um 12 Divas Tag Team Match, onde a sua equipe liderada por Mickie James, acabou derrotada. No Draft anual Maria foi transferida da Raw a Smackdown. Maria fez seu debut enfrentando Victoria, ganhando a luta. Fez equipes com Michelle McCool e Cherry em um Olympic Match em 8 de agosto contra Natalya, Maryse e Victoria, ganhando a equipe rival. Na edição do Smackdown! de 17 de outubro, Maria, derrotou Natalya, Brie Bella, Victoria e Maryse; e conseguiu uma oportunidade pelo WWE Divas Championship que possuia nesse momento Michelle Mccool. Em 14 de novembro, Maria teve seu combate pelo Divas Champion, porém saiu derrotada contra a campeã Michelle Mccool, depois teve uma luta contra Maryse por uma nova oportunidade mas perdeu, em 26 de dezembro foi juíza especial na luta entre Michelle McCool e Maryse pelo WWE Divas Championship, onde Maryse se coroou campeã, depois disto McCool atacou Maria brutalmente culpando-a de perder seu título.

2009[editar | editar código-fonte]

Participou da Miss WrestleMania 25 Diva Battle Royal de WrestleMania XXV, porém não ganhou, sendo "Santina Marella" quem ganhara o combate. Depois disto começou uma relação romantica com Dolph Ziggler. Devido ao "complô" entre Michelle McCool e Layla, Maria terminou sua relação amistosa com Melina, devido a que fotografaram McCool com Ziggler e Maria pensou que era um truque de Melina para separa-la de Ziggler. Ziggler terminou com Maria já que em uma luta pelo WWE Intercontinental Championship Dolph preparou uma cadeira para golpear John Morrison, Maria simplesmente retirou a cadeira de seu lugar para sentar-se, isto lhe custou a luta de Ziggler e a relação que tinham. Logo em 14 de dezembro durante o Slammy Awards ganhou o Slammy de Diva do ano.

2010[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de Fevereiro a diva Maria foi demitida da WWE dizendo adeus a WWE Universe. Participa do Celebrity Aprenttice e dia 13 de abril lançou seu primeiro CD "Sevin Sins". Atualmente trabalha para oRing of Honor Wrestling (RoH)

2012-Presente[editar | editar código-fonte]

Maria entrou na FWE (Family Wrestling Entertainment) entro em um torneio para coroar a primeira FWE Women's Championship, derrotou Tara depois derrotou Winter, e venceu o torneio sendo a primeira FWE Women's Champion. Perdeu para Winter em sua primeira defesa. Depois ganhou de Winter ganhando o título pela segunda vez. Em uma Tag Team Match junto de sua rival Winter perderam para a The Beautiful People (Agelina Love e Velvet Sky).

Discografia[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

No Wrestling[editar | editar código-fonte]

  • Finishers e movimentos especiais
    • Running, Jumping or Wheelbarow Bulldog[6][7]
    • Bronco Buster
    • Headscissors Takedown
    • Hip Toss
    • Split Fist Drop
    • Heel kick
    • Spin Kick
    • Monkey Flip
    • Gutbuster
    • Diving Crossbody
    • Flying Clothesline
    • Dropkick
    • Running Crossbody
    • Jaw Breaker
    • Schoolgirl
    • Victory Roll Up
  • Managers

Prêmios e Campeonatos[editar | editar código-fonte]

Tema Musical[editar | editar código-fonte]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

  • FHM
    • 84ª no "The Sexiest Woman 2008"[7]
  • PWI a colocou como #29 das 500 melhores wrestlers durante a PWI 50 de 2008.[8]

Referências

  1. a b c d «Maria Kanellis». Online World of Wrestling. Consultado em 9 de maio de 2012 
  2. Fishman, Scott (17 de abril de 2008). «Good times for diva Maria». The Miami Herald 
  3. a b c Eric Gargiulo (17 de março de 2008). «WWE Diva & Playboy cover girl, Maria speaks to phillyBurbs.com». PhillyBurbs.com. Consultado em 14 de junho de 2008 
  4. a b c «Maria». WWE. Consultado em 19 de março de 2012 
  5. Kanellis, Maria (10 de abril de 2007). «Love Notes from Maria, No. 6». World Wrestling Entertainment. Consultado em 12 de abril de 2007. Cópia arquivada em 15 de abril de 2007 
  6. Sarah Preston (março de 2008). «The Dirty Dozen: WWE Diva Maria». Playboy. Consultado em 19 de março de 2008 
  7. a b «#84: Maria Kanellis». FHM Online. Consultado em 14 de junho de 2008 
  8. «The PWI Female 50 Rankings: Who Is The Top Women's Wrestler In The World?». PWPix.net. 18 de setembro de 2008. Consultado em 19 de setembro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]