Shelton Benjamin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shelton Benjamin
Shelton Benjamin ROH Cropped.jpg
Benjamin em abril de 2013.
Informações pessoais
Nascimento 9 de julho de 1975 (42 anos)
Orangeburg, Carolina do Sul
Residência Houston, Texas
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Shelton Benjamin
Altura
anunciada
1,88 m[1]
Peso
anunciado
112 kg[1]
Anunciado
de
Orangeburg, Carolina do Sul[1]
Treinado
por
Ohio Valley Wrestling
Estreia Novembro de 2000[2]

Shelton Benjamin, (Orangeburg, Carolina do Sul, 9 de Julho de 1975) é um lutador profissional de wrestling estadunidense que trabalha para a WWE no programa SmackDown.

Benjamin praticou inicialmente wrestling amador, incluindo wrestling no colegial e na Universidade de Minnesota. Por pouco tempo, também foi assistente técnico. Depois de passar algum tempo na Ohio Valley Wrestling, onde conquistou o OVW Southern Tag Team Championship em quatro ocasiões, a WWE moveu-o para o elenco principal, colocando-o em aliança com Kurt Angle e Charlie Haas, que era conhecido como Team Angle (e mais tarde World's Greatest Tag Team). Durante seu tempo na companhia, ele ganhou o Intercontinental Championship três vezes, o WWE United States Championship uma e o Tag Team Championship duas vezes. Seu reinado com o título intercontinental foi o mais longo do Século XXI, e o sétimo maior em títulos norte-americanos, empatado com Steve Austin.

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Shelton nasceu e morou até a adolescência num bairro violento de Orangeburg, onde viu de perto vários assaltos e outras formas de violência. Ali chegou a participar de gangues para se defender. Foi neste ambiente que Benjamin encontrou o caminho para o esporte.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

No wrestling amador[editar | editar código-fonte]

Benjamin tornou-se lutador amador ainda em sua cidade natal.[1] Começou a praticar o esporte na Orangeburg-Wilkinson High School,[4] onde atingiu o recorde de 122 vitórias e 10 derrotas, e foi campeão da South Carolina State High School Heavyweight Wrestling por duas vezes, em 1993 e 1994.[1][2][4][5] Benjamin também foi campeão da Junior College National Track nos 100 metros rasos e ganhou o Junior College National Wrestling Heavyweight Title em 1996.[4][5] Foi aceito na Universidade de Minnesota, onde alcançou o recorde de 36 vitórias e 6 derrotas[2] e foi All-American Heavyweight Wrestler por duas vezes.[4]

Em vez de tentar qualificar-se para os Jogos Olímpicos de 2000, Benjamin decidiu-se pela carreira no wrestling profissional.[5]

Ohio Valley Wrestling (2000-2002)[editar | editar código-fonte]

Foi oferecido um contrato a Benjamin com a WWE, o qual ele aceitou. Foi colocado na Ohio Valley Wrestling (OVW) em dupla com Brock Lesnar, que era seu colega na universidade.[6] Juntos eram conhecidos como os Minnesota Stretching Crew[5] e detiveram o OVW Southern Tag Team Championship em três ocasiões.[7] Os primeiros dois reinos ocorreram durante fevereiro e julho de 2001.[5] Ganharam os títulos pela terceira vez de Rico Constantino e The Prototype em 29 de outubro. Depois de Lesnar ter sido chamado para o plantel principal da WWE, Benjamin formou equipe com Redd Dogg Begnaud "The Dogg Pound" e mais uma vez se tornou campeão do OVW Southern Tag Team, em 17 de julho de 2002.[2][5]

Durante o resto de 2002, Benjamin lutou em vários house shows no plantel principal da WWE incluindo Sunday Night Heat como favorito dos fãs.[5]

World Wrestling Entertainment (2002-2010)[editar | editar código-fonte]

World's Greatest Tag Team (2002–2004)[editar | editar código-fonte]

Benjamin recebeu um contrato por tempo integral na WWE em setembro de 2002.[5] Ele juntou-se ao SmackDown como vilão a 26 de dezembro, formando o Team Angle com Charlie Haas e o medalhista olímpico Kurt Angle como seu mentor.[8] O primeiro combate oficial juntos na WWE foi contra Edge e Chris Benoit, a 2 de janeiro de 2003.[9] Eles continuaram a rivalidade com Benoit até o No Way Out, onde Benoit se juntou com Brock Lesnar para os vencer.[10] A 6 de fevereiro Benjamin e Haas ganharam o WWE Tag Team Championship de Los Guerreros (Eddie e Chavo Guerrero).[11] Retiveram os títulos no seu primeiro WrestleMania numa Triple Threat match contra Los Guerreros, Chris Benoit e Rhyno.[5] Mais tarde perderam os títulos para Eddie Guerrero e o seu novo parceiro Tajiri no Judgment Day num ladder match.[5]

No SmackDown de 12 de junho, Angle confrontou Benjamin e Haas e expulsou-os da Team Angle.[12] A equipa passou a chamar-se The World's Greatest Tag Team (A Melhor Dupla do Mundo) e conseguiram ganhar os títulos de volta na edição de 3 de julho.[13] Em 18 de setembro perderam os títulos depois de Benjamin ter sofrido uma lesão grave no joelho durante um combate contra Los Guerreros.[14] Benjamin ficou fora das gravações aproximadamente um mês.[5] Mais tarde voltou a competir com o seu parceiro Haas pelo WWE Tag Team Championship numa Fatal Four-Way match na WrestleMania XX, mas perderam.[15]

Raw; intercontinental Champion (2004–2006)[editar | editar código-fonte]

No WWE Draft Lottery, a 22 de março de 2004 Benjamin foi transferido para o WWE Raw.[16] Depressa se tornou um favorito dos fãs, ganhando de Triple H por imobilização.[17] Benjamin entrou em rivalidade com Triple H, vencendo-o três vezes no total: uma por imobilização, outra por contagem fora do ringue e outra por desqualificação.[18] Depois entrou em rivalidade com os restantes membros do Evolution ganhando de Ric Flair no Backlash e perdendo contra Randy Orton pelo WWE Intercontinental Championship no Bad Blood.[19][20] Durante um combate com Garrison Cade no WWE Heat, Benjamin lesionou a sua mão gravemente, ficando fora de ação por algum tempo.[5] Foi mais tarde escolhido pelos fãs para competir num combate pelo Intercontinental Championship contra Chris Jericho no Taboo Tuesday, o qual ganhou.[2][21] Durante o seu reinado como Intercontinental Championship reteve o título contra vários oponentes, tais como Christian no Survivor Series em novembro,[22] Maven no New Year's Revolution de janeiro,[23] e Chris Jericho no Backlash em maio.[24] Benjamin perdeu o título contra Carlito quando este estreou no RAW, em 20 de junho de 2005, acabando o maior reinado como Intercontinental Champion do Século XXI.[25]

Benjamin num house show em Kitchener, Ontário, Canadá em Agosto de 2005.

A 5 de dezembro estava marcado um combate de duplas com Benjamin e Shawn Michaels como parceiros. Michaels decidiu ter uma conversa com Benjamin para o motivar.[26] Durante o combate, Michaels estava prestes a ganhar quando Benjamin decidiu fazer o revezamento e "roubar" a vitória, mas ao falhar um crossbody permitiu que Carlito vencesse.[2][27] Nas seguintes semanas Benjamin continuou a perder combates[2] o que fez com que "Momma" (no papel de sua mãe "Mamãe Benjamin") aparecese no RAW para confrontá-lo.[28] Momma gritava com Benjamin sempre que ele perdia.[29] Logo começou a assistir aos seus combates ao lado do ringue chegando a interferir.[30] Isto fez com que Benjamin se tornasse vilão mais uma vez. Já 2006 teve uma rivalidade com o Intercontinental Champion da época - Ric Flair, vencendo-o e recuperando o título de volta a 20 de fevereiro. (Com a ajuda de Momma que fingiu um ataque de coração o que causou distracção suficiente para Benjamin poder ganhar.)[31][32] A rivalidade com Flair continuou, mas Momma deixou de acompanhar Benjamin ao lado do ringue. Segundo ele, Momma precisava de uma cirurgia no coração e Flair era o responsável.[33]

Benjamin competiu no segundo Money in the Bank ladder match na WrestleMania 22.[34][35] O que resultou numa rivalidade com o vencedor do combate Rob Van Dam numa tentativa de lhe tirar o contrato ganho. Durante este tempo Benjamin passou a usar óculos de sol, joalharia e ocasionalmente camisetas coloridas para estar de acordo com a sua nova personagem.[36] Em 17 de abril foi derrotado pelo seu antigo parceiro de duplas Charlie Haas. Uma das estipulações do combate era que se Benajmin perdesse, ele tinha que defender o seu Intercontinental Championship no mesmo combate pelo contrato do Money in the Bank contra Van Dam no Backlash.[37][38] Seria um combate Winner Takes All (Vencedor Leva Tudo) o qual Van Dam ganhou.[39][40] Benjamin recuperou o título de volta no primeiro combate Handicap Texas Tornado Tag Team com Triple H e Chris Masters na sua equipe contra Van Dam e o WWE Champion da altura John Cena.[5] Ambos os títulos, WWE Championship e Intercontinental Championship podiam ser ganhos por imobilizar no respectivo campeão. Depois de Triple H aplicar um pedigree em Van Dam e virar a sua atenção para Cena, Benjamin imobilizou Van Dam e recuperou título intercontinental de volta, passando a ser campeão pela terceira vez.[41][42] Benjamin então teve rivalidades com vários lutadores pelo título intercontinental incluindo Carlito até perder o título para John Morrison num Triple Threat match envolvendo Carlito no Vengeance.[43][44]

A 4 de dezembro, Charlie Haas, antigo parceiro de Benjamin, apareceu para celebrar a sua vitória sobre Super Crazy.[45][46] Em 11 de dezembro, The World's Greatest Tag Team estava oficialmente reunida ao derrotar os Highlanders.[47][48] Agora reunidos, tiveram uma rivalidade com o Cryme Tyme, mas competiram na maior parte das vezes no WWE Heat.[49]

No fim da sua estadia no RAW Shelton pintou o seu cabelo, o que significava a mudança na sua personagem para The Gold Standard.

The Gold Standard e o United States Championship (2007–2010)[editar | editar código-fonte]

Na edição do ECW de 20 de novembro de 2007, Elijah Burke introduziu Shelton Benjamin como o novo lutador do ECW. Benjamin começou a receber mais atenção e melhores combates vencendo Tommy Dreamer na sua estreia.[50] Foi qualificado para o Royal Rumble de 2008 e ganhou um combate Over The Top Rope, uma amostra do Royal Rumble. No evento Benjamin foi o décimo sétimo a entrar mas foi eliminado por Shawn Michaels.[51] Shelton perdeu pela primeira vez no ECW contra Kane por contagem, a 29 de janeiro de 2008. Na edição do SmackDown de 22 de fevereiro, Benjamin venceu Jimmy Wang Yang num combate de qualificação para o Money in the Bank ladder match da WrestleMania XXIV,[52] o qual foi ganho por CM Punk.[53] Depois da WrestleMania Benjamin criou uma rivalidade com Kofi Kingston, este venceu-o na edição do ECW de 22 de abril. Na desforra em 29 de abril Kingston ganhou outra vez. No entanto, na centésima edição do ECW, foi Benjamin que ganhou acabando com a série de vitórias de Kingston. Para acabar com o confronto, Kingston venceu Benjamin numa ECW Extreme Rules match.

Como parte do Draft suplemental de 2008, Benjamin foi sorteado para o SmackDown.[54] A 11 de julho, Benjamin venceu o United States Champion Matt Hardy ganhando uma oportunidade pelo título.[55] Em 20 de julho no Great American Bash Benjamin venceu Hardy pelo título tornado-se United States Champion.[56][57] Envolveu-se então em rivalidades com vários lutadores tais como Gregory Helms[58][59] e R-Truth.[60] Até teve uma pequena rivalidade com The Undertaker[61][62] que acabou no Royal Rumble com Benjamin a ser eliminado por ele. A 6 de março de 2009 Benjamin venceu Jeff Hardy por desqualificação e ganhou um lugar no Money in the bank ladder match da WrestleMania XXV.[63]

No 500º episódio de SmackDown a 20 de março, Shelton perdeu o título americano para Montel Vontavious Porter.[64] E voltou a perder no Money in the bank ladder match na WrestleMania.[65]

Dia 29 de junho foi noticiado que Benjamin foi transferido para a ECW. Na ECW, virou favorito do público, iniciou uma rivalidade com Zack Ryder que durou algumas semanas e acabou com a vitória de Shelton. A última rivalidade de Benjamin foi contra Sheamus. Sheamus foi para a Raw em 26 de outubro (segunda-feira). Para um combate final, na edição de 27 de outubro do ECW, Sheamus derrotou Shelton.[66] Atualmente está em rivalidade com Zack Ryder, na última luta com ele ganhou a oportunidade pelo título da ECW, numa ladder match contra Christian PPV TLC chegado o dia do PPV Shelton Benjamin enfrenta Christian mas não sai vitorioso.

Benjamin foi demitido da WWE em 22 de abril de 2010.[67]

Retorno a WWE (2016)[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de julho de 2016 durante ás gravações do WWE SmackDown Live foi anunciado que Shelton Benjamin estaria retornando em breve na Brand SmackDown.

Fora do wrestling[editar | editar código-fonte]

Benjamin é um ávido jogador de videogames. Ganhou o WWE THQ Superstar Challenge, um torneio de videogames que se realiza durante o fim-de-semana da WrestleMania, quatro vezes de seguida até se reformar do torneio.[68][69] Benjamin joga todos os dias.[69]

Também é perito em arte, cria livros de banda desenhada e presta atenção ao detalhe. Quase considerou uma carreira nessa área.[70]

Benjamin juntamente com Batista e Josh Matthews, representaram a WWE na "Democratic National Convention" num esforço de persuadir os fans a votarem nas Eleições presidenciais dos Estados Unidos da América de 2008.[71]

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Benjamin aplicando um T-Bone Suplex em Carlito.
  • Ataques

Os ataques em negrito são os finishers (golpes de finalização). Os golpes em itálico são os golpes em que Shelton Benjamin modificou o nome do movimento.

    • 450° splash[2]OVW - O lutador salta e dá uma cambalhota e meia caindo sobre um inimigo na posição splash.
    • Paydirt[72] (Leaping reverse STO) – 2007–presente
    • Superkick[2]– 2002–presente
    • Dragon whip[73] / Money clip[2]/ Shell Shocka[2]- 2002–presente
    • Cobra clutch backbreaker[2]
    • Diving clothesline[74]
    • Falling neckbreaker, como oposto ao vertical suplex onde Benjamin aterra com os pés primeiro
    • Inverted facelock backbreaker
    • Jumping DDT, como oposto ao back body drop
    • Múltiplas variações do suplex
      • Bridging / Release German
      • Bridging Northern lights[2]
      • Release exploder
      • Superplex
      • T–Bone Suplex[1]– 2004–presente
    • Roundhouse kick
    • Samoan drop
    • Shell Bomb[2](Turnbuckle powerbomb)[75]
    • Somersault plancha
    • Spinebuster
    • Springboard leap para um bulldog modificado[2] ou um somersault neckbreaker[2]
    • Stinger splash[76]
    • Tornado DDT
    • Cross Body(correndo em direção ao córner)
    • Rope Flip
  • Managers
  • Alcunhas
    • The Gold Standard[77] (pode ser traduzido para "O Padrão de Ouro")

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Shelton Benjamin com o WWE USA Champion.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Black Athlete Sports Network
    • Wrestler Afro-Americano do Ano em 2005[82]
  • Wrestling Observer Newsletter awards
    • Most Underrated Wrestler (2005–2007)

Referências

  1. a b c d e f «Shelton Benjamin's WWE Bio». WWE. Consultado em 17 de junho de 2007 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome oww
  3. «Benjamin, Shelton Biography» (em inglês). Starpulse. Consultado em 24 de novembro de 2009 
  4. a b c d Scales, Jason (2002). «It's all about the Benjamin». Wrestling Digest. Consultado em 18 de junho de 2007 
  5. a b c d e f g h i j k l m John Milner (17 de abril de 2005). «Shelton Benjamin's Profile». SLAM! Wrestling. Consultado em 18 de junho de 2007 
  6. «Ohio Valley Wrestling Alumni». ovwrestling.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  7. a b «OVW Southern Tag Team Title». wrestling-titles.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  8. «SmackDown Results - December 26, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  9. «SmackDown Results - January 2, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  10. «No Way Out 2003 - February 23, 2003». prowrestlinghistory.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  11. «WWE Tag Team - Benjamin & Haas». wwe.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  12. «SmackDown Results - June 12, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  13. «SmackDown Results - July 3, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  14. «SmackDown Results - September 18, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  15. «WrestleMania XX - March 14, 2004». prowrestlinghistory.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  16. «RAW Results - March 22, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  17. Blackjack Brown (4 de abril de 2004). «Benjamin stuns HHH – and WWE». Chicago Sun Times 
  18. «RAW Results - April 5, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  19. «Backlash 2004 - April 18, 2004». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  20. «Bad Blood 2004 - June 13, 2004». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  21. «Taboo Tuesday 2004 - October 19, 2004». prowrestlinghistory.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  22. «Survivor Series 2004 - November 14, 2004». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  23. «New Year's Revolution - January 9, 2005». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  24. «Backlash 2005 - May 1, 2005». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  25. «Intercontinental title reign: Carlito». WWE. Consultado em 17 de junho de 2007 
  26. «RAW Results - December 5, 2005». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  27. «McMahon to Bischoff: "You're fired!"». WWE. Consultado em 15 de abril de 2009 
  28. «The Chamber awaits». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  29. «RAW Results - January 2, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  30. PWI Staff (2007). «Pro Wrestling Illustrated presents: 2007 Wrestling almanac & book of facts». "Wrestling’s historical cards". Kappa Publishing. 119 páginas 
  31. «"Big Time" Pedigree». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  32. «RAW Results - February 20, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  33. «RAW Results - March 13, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  34. «WrestleMania 22 - April 2, 2006». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  35. «RVD wins the "Money in the Bank" Ladder Match». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  36. «Picture of Shelton Benjamin». Consultado em 20 de julho de 2007 
  37. «A sign of what's to come?». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  38. «RAW Results - April 17, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  39. «Backlash History 2006 Matches». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  40. «Backlash 2006 - April 30, 2006». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  41. «Money Shot». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  42. «RAW Results - May 15, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  43. «First time's the charm». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  44. «Vengeance 2006 - June 25, 2006». Pro Wrestling History. Consultado em 17 de junho de 2007 
  45. «Divide and conquer». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  46. «RAW Results - December 4, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  47. «Cena stands tall». WWE. Consultado em 15 de abril de 2008 
  48. «RAW Results - December 11, 2006». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  49. «The World's Greatest Tag Team OWoW Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de junho de 2007 
  50. «Heating up for the holidays». WWE. Consultado em 20 de novembro de 2007 
  51. «2008 Royal Rumble Statistics». WWE. Consultado em 3 de fevereiro de 2008 
  52. DiFino, Lennie (22 de fevereiro de 2008). «Two roads diverge». WWE. Consultado em 12 de março de 2008 
  53. Clayton, Corey (22 de fevereiro de 2008). «Results:Perseverance makes Punk 'Mr. Money' in Orlando». WWE. Consultado em 12 de março de 2008 
  54. «Official 2008 WWE Supplemental Draft Results». WWE. Consultado em 25 de junho de 2008 
  55. «SmackDown: Endless love?». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  56. a b «History Of The WWE United States Championship -Shelton Benjamin». WWE. 20 de julho de 2008. Consultado em 21 de julho de 2008 
  57. DiFino, Lennie (20 de julho de 2008). «The Great American Bash 2008». WWE. Consultado em 21 de julho de 2008 
  58. «Toronto title quest». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  59. «Bridgeport tunnel vision». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  60. «With destiny Arma-gotten, Superstars lookin' to Rumble». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  61. «Hardy New Year!». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  62. «Lost in Jeopardy». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  63. «Disruption eruption». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  64. «Layin' the SmackDown 500 times over». WWE. Consultado em 13 de abril de 2009 
  65. «Twice as nice for CM Punk». WWE. Consultado em 23 de novembro de 2009 
  66. Bishop, Matt (27 de outubro de 2009). «ECW: Christian, Tatsu engage in superb battle for title». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de outubro de 2009 
  67. [ http://casadowrestling.wordpress.com/2010/04/22/wwe-demite-seis-wrestlers-shelton-benjamin-e-mickie-james-incluida/ Casa do Wrestling, português]
  68. Kapur, Bob (11 de maio de 2007). «Shelton Benjamin hard to faze». SLAM! Wrestling. Consultado em 18 de junho de 2007 
  69. a b Gaudiosi, John (18 de maio de 2007). «Shelton Benjamin: WWE Superstar and PSP® Fan». Consultado em 18 de junho de 2007 
  70. «Superstars and Divas Hidden Talents Revealed». WWE. Consultado em 13 de setembro de 2008 
  71. «WWE at the Democratic and Republican National Conventions». WWE. 22 de agosto de 2008. Consultado em 13 de setembro de 2008 
  72. Grimaldi, Michael C. (12 de agosto de 2008). «Early Smackdown TV report for August 22». Wrestling Observer Newsletter. Consultado em 7 de setembro de 2008 
  73. «A Barbaric Batista». WWE. Consultado em 15 de julho de 2008 
  74. «McMahon to Bischoff: "You're fired!"». 5 de dezembro de 2005. Consultado em 15 de julho de 2008  Texto "publisherWWE" ignorado (ajuda)
  75. Mulligan, Ryan (15 de agosto de 2008). «Ryan Mulligan's Smackdown TV report for August 15». Wrestling Observer Newsletter. Consultado em 7 de setembro de 2008 
  76. «Celebrating Eddie Guerrero». WWE. 14 de novembro de 2005. Consultado em 15 de julho de 2008 
  77. Rote, Andrew (2 de dezembro de 2007). «Shelton Benjamin raises the bar». WWE. Consultado em 27 de março de 2008 
  78. «ThemeAddict WWE the Music V6». top40-charts.com. Consultado em 13 de abril de 2009 
  79. «WWE Music Volume 8 CD». WWE. Consultado em 27 de março de 2008 
  80. «WWE: Inside WWE > Title History > Intercontinental». wwe.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  81. «WWE: Inside WWE > Title History > WWE Tag Team». wwe.com. Consultado em 17 de junho de 2007 
  82. Thompson, Korbid (3 de janeiro de 2006). «2005 African-American Wrestler of the Year». Consultado em 18 de junho de 2007 
  83. «Pro Wrestling Illustrated Top 500 - 2005». Consultado em 17 de junho de 2007 
  84. «Pro Wrestling Illustrated Award Winners - Tag Team of the Year». Consultado em 17 de junho de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]