Samoa Joe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Samoa Joe
Samoa Joe at Smash 2015.jpg
Samoa Joe em junho de 2015.
Informações pessoais
Nome completo Nuufolau Joel Seanoa[1]
Nascimento 17 de março de 1979 (38 anos)[2]
Condado de Orange, Califórnia[3]
Residência Condado de Orange, Califórnia[4]
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
King Joe[3]
Samoa Joe[2]
Altura
anunciada
1 88 m[5][4]
Peso
anunciado
282 lb (130 kg)[5]
Anunciado
de
Huntington Beach, Califórnia[5]
Ilha de Samoa
Treinado
por
Cincinnati Red[2]
Johnny Hemp[2]
Estreia 1999[2]

Nuufolau Joel "Joe" Seanoa[1] (Condado de Orange, 17 de março de 1979),[3] é um lutador de luta livre profissional estadunidense, mais conhecido pelo seu ring name Samoa Joe. Ele atualmente trabalha para a WWE no programa Raw.

Antes de estrear na Total Nonstop Action Wrestling em junho de 2005, Seanoa competiu pela Ring of Honor (ROH), onde conquistou o ROH World Championship e manteve-o durante 21 meses, um recorde. Entrando para a TNA, Joe manteve uma série de 18 meses sem perder uma luta sequer, tendo sido quebrada essa marca em 2006, no Genesis, após pedir deistência após Kurt Angle o aplicar um Ankle Lock.

Durante a sua carreira, Seanoa acumula inúmeros títulos em diferentes federações, tendo o título conquistado na ROH, como já citado, e diversos na TNA. Foi por uma vez Campeão de Pesos-Pesados, três vezes Campeão da X Division e uma vez Campeão de Duplas. Joe também venceu a Super X Cup de 2005, a King of the Mountain match de 2008, e o TNA Triple Crown.

Início[editar | editar código-fonte]

Joe fez a sua estreia no Jogos Olímpicos de Verão de 1984 com 5 anos. Tornou-se campeão da Califórnia State Junior Judo, tendo sido também jogador de futebol americano enquanto estava na escola.

Joe começou a lutar profissionalmente em Setembro de 1999 no West Coast Dojo. Treinou sob a assistência de lendas como Cincinnati Red, Johnny Hemp e ocasionalmente John Delayo, tendo estreado em Dezembro de 1999 contra Jess Hansen, começando rapidamente a subir de popularidade na Califórnia. Seguidamente assinou um contrato com um território de desenvolvimento da WWE na época, a Ultimate Pro Wrestling, onde este rivalizou com o seu amigo na vida real, John Cena, eventualmente ganhara o UPW Heavyweight Championship.

Mais tarde tornou-se o campeão da UPW, tendo o maior reinado da história que pendura até os dias de hoje. Depois disto tudo, Joe mudou-se para o Japão, onde começou a lutar na companhia Pro Wrestling Guerrilla, tendo começado uma grande rivalidade com Super Dragon.

Ring of Honor (2002–2007, 2008)[editar | editar código-fonte]

Ao voltar para a América, Joe juntou-se ao elenco da Ring of Honor (ROH) em meados de 2002. Fez a sua estreia no Glory by Honor como um assassino contratado por Christopher Daniels. Originalmente, estava marcado para ser só um combate com golpes baixos, mas Joe impressionou os fãs com o seu estilo extreme, ficando definitivamente na companhia.[6]

Joe subiu até ao topo quando venceu o ROH Championship, derrotando Xavier pelo título, que em 17 de maio de 2003 se tornou ROH World Championship depois de Joe derrotar The Zebra Kid no "Frontiers of Honor" em Londres, Inglaterra.[7][8] Joe manteve o seu título durante 21 meses, um recorde na companhia, até perder para Austin Aries no "Final Battle 2004" em 26 de dezembro de 2004.[8] Durante esse tempo, ele fez três lutas em defesa de seu título contra CM Punk, (com a segunda luta sendo avaliada com 5 estrelas pela revista de Dave Meltzer, Wrestling Observer Newsletter, a primeira luta americana a conseguir isso em sete anos).[9] Mesmo perdendo seu título, Joe manteve-se face e tornou-se o 5º ROH Pure Champion, após derrotar Jay Lethal em 7 de Maio de 2005.[10][11] Ele manteve esse título por 3 meses perdendo em 27 de Agosto de 2005 para Nigel McGuiness.[10][11]

Em outubro de 2005, quando o lutador ​​japonês Kenta Kobashi fez uma viagem para os Estados Unidos, ele assinou com a Ring of Honor por dois shows. Os funcionários da ROH o colocaram pra enfrentar Joe em um combate individual na primeira noite e uma luta tag team no segundo.[9][12] Joe provou ser um adversário formidável para Kobashi, numa luta ótima, o que fez Dave Meltzer novamente atribuir uma classificação de cinco estrelas. A luta passou a ganhar o prêmio da Wrestling Observer Newsletter de "Luta do ano". Em 2006, Joe foi um dos principais lutadores que representaram a Ring of Honor em sua guerra contra a promoção rival de Philadelphia Combat Zone Wrestling (CZW). A guerra culminou em uma luta Cage of Death de cinco contra cinco no "Death before Dishonor IV". Joe ajudou a ROH dominar a na luta, até que, depois de prender o lutador da CZW Chris Hero em um de seus movimentos de finalização, o Muscle Buster, ele foi atacado por um de seus colegas de ROH Bryan Danielson. Danielson atacou repetidamente o joelho de Joe, forçando-o a parar a luta. Joe foi mais tarde substituído na partida por Homicide, que ganhou a luta pela ROH.[13] Joe mais tarde se uniu com Homicide para lutar contra os Briscoe Brothers, e, juntamente com Homicide, entrou na rota pelo título mundial da ROH. Joe, no entanto, teve sua luta contra o campeão Bryan Danielson primeiro, e após isso, teve várias lutas contra o mesmo incluindo uma luta que deu empate com a estipulação sendo que a luta teria 60 minutos e seria feita em uma gaiola, e a luta terminou em empate.[9] No show de 09 de dezembro, Joe ofendeu para a promoção Pro Wrestling NOAH, alegando que "Ring of Honor está aqui!". No entanto ele teve vários encontros com a NOAH após isso; no show da ROH show em 16 de setembro de 2006, após um discurso da lenda do wrestling profissional Bruno Sammartino, Joe entrou em uma discussão começou uma briga com a estrela da NOAH Takeshi Morishima. Posteriormente, uma luta foi marcada entre os dois em fevereiro com Joe vencendo.[9]

Em 31 de janeiro, Joe anunciou que deixaria de ser um lutador em tempo integral da ROH depois de 4 de março.[14] Após isso, todos os shows da ROH ganharam o título de "Samoa Joe Farewell Tour" ou em português "A tour de depespedida de Samoa Joe". Em 4 de março, ele derrotou seu rival de longa data Homicide na sua última luta na ROH com um Muscle Buster do topo do córner.[9] Em 22 de novembro de 2008, Joe fez o seu retorno por uma noite apenas no Rising Above 2008, derrotanto Tyler Black em uma luta que não era do pay-per-view.[15]

Total Nonstop Action Wrestling (2005-2007)[editar | editar código-fonte]

2005[editar | editar código-fonte]

Em 19 de Junho de 2005, Joe estreou na Total Nonstop Action Wrestling, no pay-per-view Slammiversery 2005 derrotando Sonjay Dutt, combate em que se apresentou como "The Samoan Submission Machine". A próxima aparência de Joe foi em um torneio, onde derrotou novamente Dutt e também Alex Shelley. Eventualmente ganharia o torneio derrotando AJ Styles. No Bound for Glory 2005, Joe derrotou o veterano Jushin Liger com um manobra, esta dada pelo nome rear-naked choke.

Já no Genesis 2005, Joe juntou-se a Daniels, Alex Shelley e Roderick Strong, onde estes lutaram contra Sonjay Dutt, Chris Sabin, Matt Bentley e Austin Aries numa 8-man elimination match. Depois de vencer o combate, Joe ataca Daniels dentro do ringue e efetua uma manobra especial. Em resposta a esta atitude, AJ Styles chama Joe, dizendo que o ataque em que o mesmo aplicou em Daniels violou o código de respeito na X Division.

No próximo episódio, Joe ataca Styles, dizendo que este também não tinha respeitado o código. Já no final desta feud, Samoa derrota Styles e torna-se TNA X Division Champion. No Turning Point, Joe deixou Daniels inconsciente e manteve o título.

2006[editar | editar código-fonte]

No Final Resolution 2006, Daniels enfrenta Joe pelo TNA X Division Championship. Durante o combate, Joe disse que pretendia acabar com a carreira de Daniels. Pouco depois, Joe faz Daniels sangrar pela cabeça, seguidamente aplica um movimento especial na mesma. Styles, preocupado com o estado de Daniels, interfere no combate. Já no meio desta rivalidade, Joe luta contra outro candidato, AJ Styles. No entanto, Daniels também participa nesse combate. Na luta, Joe é quem leva a melhor, retendo o título.

Ambos continuam com a rivalidade até ao Destination X 2006, onde Joe perde o título para Daniels em uma 3-way dance match, também contando com a participação de Styles. Depois desta longa rivalidade, Joe retira-se da X Division. No TNA Sacrifice 2006, Samoa Joe junta-se a Sting para derrotar Jeff Jarrett e Scott Steiner. Em 15 de Maio de 2006, Joe tem a sua primeira lesão grave na TNA, mas rapidamente recupera-se e volta aos ringues em duas semanas.

No dia 22 de Junho de 2006, Samoa Joe perde novamente o título,X Division, devido a cadeirada de Scott Steiner em um combate contra Sonjay Dutt e Senshi. Joe vinga-se quando participa num combate para determinar quem lutaria com o campeão principal da NWA, o NWA World Champion Christian Cage.

Semanas depois, Joe derrota Jeff Jarrett e conquista o NWA World Heavyweight Championship. Algumas semanas após, Joe, oferece devolver o título ao ex-campeão Jarrett, mas este queria uma condição, tinham de lhe dar uma nova oportunidade pelo título. Após estes problemas, Kurt Angle faz a sua estreia, frente a Joe, devido ao rejeitamento do título.

2007[editar | editar código-fonte]

Joe em um evento da TNA em 2007

Em 14 de Janeiro de 2007 no Final Resolution, Samoa Joe enfrentou Kurt Angle numa Iron Man match de 30 minutos. Faltando poucos segundos para acabar, Joe fez o Ankle Lock a Angle, tendo este desistido. Contudo, o tempo já tinha acabado, e terminara com o resultado de 3-2 a favor de Angle. Desde aí, estes dois têm tido uma longa rivalidade.

Na edição do TNA iMPACT! de 14 de fevereiro, Joe venceu uma Gaunlet match para tornar-se o desafiante nº 1 ao NWA World Heavyweight Championship, que estava nas mãos de Christian Cage, em uma luta no Destination X. Joe perdeu após Cage reverter um Coquina Clutch em pin fall. Na edição do iMPACT! de 24 de Maio, Samoa Joe classifica-se para a King of the Mountain match no Slammiversary após derrotar Sting com um Samoan Drop após Christopher Daniels acertar Sting com um taco de beisebol. Na Luta King of the Mountain, Joe perdeu para Angle após o último acertar Joe com o cinturão.

Foi qualificado para uma luta no Victory Road chamada Match of Champions após derrotar Jay Lethal e Chris Sabin. Na luta do evento, formou parceria à Kurt Angle, e eles venceram Brother Ray e Brother Devon. Após algumas semanas, foi declarado que Joe seria campeão único. Tornou-se no evento o primeiro a conquistar os três títulos possíveis da TNA, virando TNA Triple Crown. Perdeu o TNA World Tag Team Championship para Angle e Sting, em 12 de agosto, após interferência de Karen Angle. Joe ainda foi o primeiro homem a derrotar Christian Cage na TNA por pinfall ou submissão, no Bound for Glory, após aplicar um Coquina Clutch. Eram 23 meses de Cage na TNA sem perder dessa maneira.

Joe foi anunciado como parte do The Outsiders, formado por Scott Hall e Kevin Nash, após derrotar a Angle Alliance no Turning Point. Antes do evento, Joe realizou uma promo e introduziu Eric Young como substituto de Hall. Joe, Nash e Young derrotaram a equipe de Angle após Joe fazer o pin em Travis Tomko. O fim do ano foi frustrante pra Joe, que perdeu muitas partidas.

2008[editar | editar código-fonte]

Joe entrando no Bound for Glory IV

Em uma storyline, Joe fala com Jim Cornette e resolve não participar do Final Resolution. Após uma pressão vinda da parte de Joe, Cornette o libera para fazer tag team a Kevin Nash para eles enfrentarem AJ Styles e Tomko, na época TNA World Tag Team Champions. Joe e Nash acabaram perdendo a luta.

Participou do All Against Odds como enforcer especial da luita entre Christian Cage e Kurt Angle válida pelo TNA World Heavyweight Championship. Durante a luta, Styles interfere e bate em Joe, Tomko ataca Cage e Angle vence por desqualificação. Durante as outras semanas do TNA Impact!, formou aliança com Cage e Kevin Nash para enfrentar a aliança Angle, formada por Tomko, Styles e Angle. Uma luta foi disputada no Destination X, com vitória da equipe de Joe.

Foi decidido que Angle e Joe enfrentariam-se no Lockdown, valendo o TNA World Heavyweight Championship. Terminou com a vitória de Joe. Com esse triunfo, ele tornaria-se o terceiro Triple Crown da TNA. Defendeu com seucesso o título contra Scott Steiner e Kaz no Sacrifice. No Slammiversary, tornou-se o primeiro vencedor de uma King of the Mountain match. No Victory Road, enfrentou Booker T em uma luta que terminou em no-contest.

Em 11 de outubro de 2008, acabou perdendo o título e uma longa série de invencibilidade para Kurt Angle. No total, foram 182 dias com a posse do campeonato. Joe juntou-se a AJ Styles e Rhino e formam a stable TNA Frontline. ODB, Jay Lethal, Consequence Creed e Christian Cage também faziam parte da stable, mas não chegaram a lutar pela TNA Frontline.

Joe, AJ e Rhino conseguiram convecer o Team 3D para se juntar a stable (que no momento estavam tendo uma feud com o Main Event Mafia). No Final Resolution, Joe, AJ Styles e o Team 3D (representando a TNA Frontline) enfrentam Sting, Scott Steiner, Kevin Nash e Booker T (representando o Main Event Mafia) em uma eight-man tag (caso o Main Event Mafia ganhasse a luta, Sting reteria seu TNA World Heavyweight Championship, mas se a TNA Frontline ganhasse, AJ Styles seria o novo campeão) em que o Main Event Mafia venceu a luta.

No Wrestling[editar | editar código-fonte]

Samoa Joe se preparando para aplicar um muscle buster em Kurt Angle
Joe se preparando para aplicar um Coquina Clutch em Angle

Campeonatos e prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Ballpark Brawl
    • Natural Heavyweight Championship (1 vez)[43]
  • Extreme Wrestling Federation
    • Xtreme 8 Tournament (2006)[44]
  • Pure Wrestling Association
    • PWA Pure Wrestling Championship (1 vez)[2]
  • SoCal Uncensored
    • Rookie of the Year (2000)[52]
  • Twin Wrestling Entertainment
    • TWE Heavyweight Championship (1 vez)[2]
  • United Independent Wrestling Alliance
    • UIWA Tag Team Championship (2 vezes)[2]
  • Wrestling Observer Newsletter
    • Luta 5 estrelas (2004) vs. CM Punk no ROH Joe vs. Punk II em 16 de outubro
    • Luta 5 estrelas (2005) vs. AJ Styles e Christopher Daniels no TNA Unbreakable em 11 de setembro[63]
    • Luta 5 estrelas (2005) vs. Kenta Kobashi no ROH Joe vs. Kobashi em 1 de outubro
    • Melhor Brawler (2005, 2006)[64]
    • Luta do ano (2005) vs. Kenta Kobashi, ROH Joe vs. Kobashi, 1 de outubro
    • Lutador com mais destaque (2005)

1 Após o título ser desocupado, o reinado de Joe e Sakoda foi atingido tirado dos registros das promoções.

2 Joe manteve o título sozinho durante seu primeiro reinado.

Referências

  1. a b Downey, Mike (14 de agosto de 2008). «So far, Beijing Games have been unbelievable». Los Angeles Times. Consultado em 21 de abril de 2009 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag «Samoa Joe Bio». Online World of Wrestling. Consultado em 5 de julho de 2008 
  3. a b c Milner, John; Kamchen, Richard (4 de dezembro de 2005). «Samoa Joe». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 17 de outubro de 2008 
  4. a b c d «Stats from Joe's TNA profile». TNA Wrestling.com. Consultado em 16 de setembro de 2008 
  5. a b c d e «Samoa Joe». WWE 
  6. Straight Shootin' with Samoa Joe (DVD). Ring of Honor. 2004 
  7. a b «Ring of Honor Title». Ring of Honor. Consultado em 5 de abril de 2010 
  8. a b c «Ring of Honor Heavyweight Title History» 
  9. a b c d e «Ring of Honor official results». Ring of Honor. Consultado em 3 de março de 2007. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2007 
  10. a b c «Ring Of Honor Pure Championship». Ring of Honor. Consultado em 5 de abril de 2010 
  11. a b c «Ring of Honor Pure Title History» 
  12. Randazzo, Anthony (1 de outubro de 2005). «ROH in Manhattan: Samoa Joe vs. Kenta Kobashi in match of year candidate». Pro Wrestling Torch 
  13. Vetter, Chris (10 de setembro de 2006). «ROH, "Death Before Dishonor IV"». Pro Wrestling Torch 
  14. «RoH Wrestling news». 3 de março de 2007. February 2: The huge story of the week is that Joe announced his farewell tour to ROH in a very emotional promo in the new ROH Video Wire. 
  15. Martin, Adam (23 de novembro de 2008). «11/22 Ring of Honor Results: Chicago Ridge, IL». WrestleView. Consultado em 25 de julho de 2012 
  16. a b c d e «8/10 THIS DAY IN HISTORY By Mike Johnson on 2014-08-10» 
  17. a b c d e f «Cagematch profile» 
  18. «Sacrifice PPV Results - 5/13/07 - Orlando, FL (Cage vs Sting vs Angle)». WrestleView. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  19. «Zero One Fire Festival Results (200kdkdjdjejjdjdj1)». (translated from German) Kohei Sato [2] defeated Samoa Joe [0] (8:25) with a Cross Armbreaker / Samoa Joe [2] defeated George Takano [1] (5:24) with a Lariat. / Samoa Joe [4] defeated Masato Tanaka [3] (8:00) with the Emerald Frosion 
  20. Matt Short. «The Navigation Log 10.28.07: The Battle of Samoa; October 28, 2007» 
  21. Kevin Ford. «100 Percent Fordified: Ring of Honor Samoa Joe – Total Domination; September 13, 2012» 
  22. Matt Short. «The Navigation Log 8.26.07: Tournament Update; August 26, 2007» 
  23. Matt Short. «The Navigation Log 12.23.07: Top 10 NOAH Matches of 2007; December 23, 2007» 
  24. «ROH - Glory By Honor V Night 1 DVD Review». 411mania. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  25. «4/13 THIS DAY IN HISTORY: ECW'S DEBUT PPV, SAMOA JOE WINS TNA TITLE, STAN STASIAK IS BORN AND MUCH MORE By Mike Johnson on 2012-04-13» 
  26. Brad Garoon and Jacob Ziegler, 411mania (9 de julho de 2007). «ROH - Joe vs. Kobashi DVD Review». Match 9: Kenta Kobashi vs. Samoa Joe 
  27. «411's TNA Impact Report 07.30.09». 411mania. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  28. «TNA - The Best of Samoa Joe: Unstoppable DVD Review». 411mania. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  29. Keller, Wade (20 de setembro de 2009). «TNA No Surrender Results: KELLER'S PPV REPORT including detailed match report, star ratings, analysis, quotebook». PWTorch. Consultado em 20 de setembro de 2009 
  30. a b c «411's TNA Impact Report 7.23.09». 411mania. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  31. «ROH - Fight of the Century DVD Review». 411mania. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  32. Keller, Wade (2 de fevereiro de 2012). «TNA Impact Wrestling report 2/2: Wembley Arena Edition - Ongoing "virtual time" coverage of TV show». Pro Wrestling Torch. Consultado em 3 de fevereiro de 2012 
  33. a b Caldwell, James (12 de fevereiro de 2012). «Caldwell's TNA Against All Odds PPV results 2/12: Ongoing "virtual time" coverage of live PPV - Roode-Hardy-Storm-Ray TNA Title main event». Pro Wrestling Torch. Consultado em 12 de fevereiro de 2012 
  34. «TNA Impact – 2008 08 14». Online World of Wrestling. Consultado em 12 de fevereiro de 2012 
  35. Ultimate Pro Wrestling Training Volume 2: The Next Step. Santa Ana, California: Ultimate Pro Wrestling. 2000. Em cena em approx. 26 minutes. Known as the Samoan Suplex Machine, Samoa Joe brings years of judo training and raw grid iron attitude to UPW. 
  36. http://www.wwe.com/superstars/samoajoe
  37. a b c d «Wrestler Entrance Music». Online World of Wrestling. Consultado em 28 de dezembro de 2009 
  38. «Samoa Joe (Crush You Up)». The American Society of Composers, Authors and Publishers. Consultado em 20 de junho de 2010 
  39. «Samoa Joe Theme 07 (On Fire)». The American Society of Composers, Authors and Publishers. Consultado em 20 de junho de 2010 
  40. «Emergence». Total Nonstop Action Wrestling. Consultado em 13 de novembro de 2009 
  41. "iTunes: WWE - Destroyer - Samoa Joe - (Single)"
  42. «WWE: Destroyer (Samoa Joe) - Single». iTunes 
  43. «Ballpark Brawl results» 
  44. «EWF tournament results». Online World of Wrestling. Consultado em 5 de julho de 2008 
  45. «PWI Feud of the Year». Wrestling Information Archive. Consultado em 11 de novembro de 2008 
  46. «PWI Most Popular Wrestler of the Year». Wrestling Information Archive. Consultado em 26 de abril de 2007 
  47. «PWI Top 500 - 2006». Wrestling Information Archive. Consultado em 26 de abril de 2007 
  48. «Pro Wrestling Illustrated (PWI) 500 for 2008». Consultado em 4 de fevereiro de 2015 
  49. «Great Voyage 2012 in Ryogoku ~力皇猛引退セレモニー~». Pro Wrestling Noah (em Japanese). Consultado em 22 de julho de 2012 
  50. «Zero-1 Max Intercontinental Tag Team Championship history» 
  51. «N.W.A. Intercontinental Tag Team Title». Wrestling-titles.com. Consultado em 4 de julho de 2008 
  52. «SoCal Uncensored Awards 1999 and 2000». SoCal Uncensored. Consultado em 26 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2005 
  53. Caldwell, James (27 de setembro de 2012). «Caldwell's TNA Impact results 9/27: Ongoing "virtual-time" coverage of live Impact - new TV champ, BFG PPV hype, Hogan at the Clubhouse». Pro Wrestling Torch. Consultado em 27 de setembro de 2012 
  54. a b c d «Total Nonstop Action Wrestling official title histories». TNAwrestling.com. Consultado em 5 de julho de 2008. Cópia arquivada em 21 de junho de 2008 
  55. Droste, Ryan (9 de junho de 2008). «Slammiversary PPV Results - 6/8 - Southaven, MS (KOTM, AJ & Angle)». WrestleView. Consultado em 30 de setembro de 2010 
  56. Caldwell, James (5 de janeiro de 2012). «Video - Samoa Joe earns TNA World Title shot». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  57. «TNA Impact! 2/15/07 - Results» 
  58. McQuade, Jay (5 de janeiro de 2012). «McQuade's TNA Impact Wrestling report 1/5: Review of final Genesis PPV hype, six-man tag main event, tournament finals». Pro Wrestling Torch. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  59. Bishop, Matt (28 de setembro de 2012). «Impact: Hogan, Sting head to clubhouse». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de setembro de 2012 
  60. a b c Sokol, Chris (29 de dezembro de 2006). «Impact: Angle gets his rematch against Mr. TNA». SLAM! Sports: Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de setembro de 2009 
  61. a b Martin, Adam (24 de janeiro de 2008). «Full 2007 TNA Year-End Awards Results: Finisher, Tag Team, Feud, more». WrestleView. Consultado em 15 de julho de 2011 
  62. a b UPW title history
  63. Schramm, Chris (18 de junho de 2009). «Daniels feels Detroit's economy won't hurt this Sunday's PPV». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 10 de março de 2012 
  64. Meltzer, Dave (22 de janeiro de 2007), «2006 Wrestling Observer Newsletter Awards», Campbell, CA, Wrestling Observer Newsletter, ISSN 1083-9593, pp. 1–12 
  65. Howell, Nolan (7 de outubro de 2015). «Bayley is the Iron Woman against Banks at NXT TakeOver: Respect». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de outubro de 2015 
  66. Caldwell, James (21 de abril de 2016). «Breaking News – Samoa Joe wins NXT Title Thursday night (w/Pics)». Pro Wrestling Torch. Consultado em 21 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Samoa Joe