Carlito (lutador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlito
Informações pessoais
Nascimento 21 de fevereiro de 1979 (38 anos)[1]
San Juan, Porto Rico[1]
Residência Miami, Flórida[2]
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Carlito
Carlito Colón
Carly Colón
Carlos Colón, Jr.
Carlos Colóne
Carly Columbus
Altura
anunciada
1,78 m[2]
Peso
anunciado
100 kg[2]
Anunciado
de
San Juan, Porto Rico
Treinado
por
Carlos Colón, Sr.
OVW
Estreia 1999

Carlos Edwin "Carly" Colón, Jr[1] (San Juan, 21 de Fevereiro de 1979[1]) é um wrestler porto-riquenho que ficou mais conhecido por sua passagem pela WWE no programa Raw. Ele é filho do lendário Carlos Colón.

Carlito, quando confronta alguém que ele considera "not cool", dá uma grande dentada numa maçã, mastiga-a e cospe-a em sua cara. Ele também costuma usar táticas impopulares para ganhar combates, incluindo os combates em que ele ganhou os títulos de campeão dos Estados Unidos e intercontinental. Ele é também facilmente reconhecido pela sua grande cabeleira afro.

Após ganhar o WWE United States Championship, no seu primeiro combate televisivo, tornou-se um dos poucos wrestlers da WWE a ganhar um título na sua estréia pela WWE. Foi demitido em 21 de maio de 2010 depois de ser reprovado em um teste de drogas e não querer se internar em uma clínica de reabilitação[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

World Wrestling Council[editar | editar código-fonte]

A industria do pro- wrestling conheceu Carlito nesta federação, e foi aqui que Carlito teve uma feud com o seu irmão Eddy Colon. Era o heel mais odiado da federação, tendo cuspindo na cara do seu pai e lenda do wrestling Carlos Colón.

OVW[editar | editar código-fonte]

Antes de participar na WWE, Carlito esteve na OVW, para teinamentos, embora continuasse a lutar na WWC. Mas Carlito só viria a integrar o roster na SmackDown em Outubro de 2004.

World Wrestling Entertainment[editar | editar código-fonte]

SmackDown[editar | editar código-fonte]

A estréia de Carlito foi boa, tendo este ganho o título dos EUA de John Cena. Na SD! seguinte Carlito derrotou Rey Mysterio, permanecendo com o título dos EUA. No Survivor Series, Carlito e a sua equipe perderam um 8-men elimination match contra a equipe onde Cena estava integrado, e este recapturou o título dos EUA a Carlito. Dias depois, Carlito lesionara-se, tendo parado 2 meses até regressar à WWE.

Carlito quis despedir Theodore Long do cargo de GM da SD!, e organizou um abaixo-assinado, fazendo com que Linda McMahon entrevisse, e esta decidiu que Carlito iria ter de fazer o que Teddy pedisse, e o primeiro pedido foi Carlito limpar a neve. O segundo pedido foi entrevistar o Undertaker, tendo este feito um Tombstone a Carlito. O terceiro pedido foi Carlito trabalhar numa barraca de cachorros, tendo Carlito atirado ketchup para cima de um miúdo. O quarto foi para Carlito imitar Elvis, tendo este cantado "Jailhouse Rock" para o público de Memphis.

Carlito começou com a Carlito´s Cabana, que serviu de angle para a feud entre Rey Mysterio e Eddie Guerrero. Para além deste angle, ouve outro angle, mas dessa vez foi uma feud entre Big Show, e Carlito, e a feud deu-se porque Big Show recusou ser o guarda-costas de Carlito, tendo Carlito dado uma maçã fora da validade a Big Show.

Carlito introduziu o seu novo guarda-costas Matt Morgan, que esteve no lado de Carlito no Judgment Day, onde Carlito venceu Big Show após F5 de Morgan sem o árbitro ver. Após isto, Carlito e Morgan fizeram parte dos cruzados anti- ECW de Eric Bischoff no PPV One Night Stand.

RAW[editar | editar código-fonte]

Carlito e Ric Flair

Carlito foi sorteado para a RAW e na estréia ganhou o título Intercontinental. As sujas defesas de título aconteceram, uma delas no Vengeance, onde Carlito venceu com ajuda das cordas, as outras defesas contra Benjamin acabaram com Carlito a desqualificar-se, retendo o título. Após isto, Carlito não defendeu o título, participando no screw Job falhado a John Cena juntamente com Chris Jericho e com Eric Bischoff.

Mas as defesas de título aconteceram de novo, e após o Nature Boy ser um convidado numa Carlito´s Cabana, os dois iniciaram uma feud, tendo esta tido um combate no Unforgiven pelo título, e este mudou de mãos. Na desforra numa RAW, Flair derrotou Carlito. E no RAW Homecoming, Ric Flair e Triple H derrotaram Carlito e Masters num combate de tag team, tendo a feud entre Flair e Carlito culminado.

Carlito envolveu-se numa feud com Mick Foley, e esta culminou no Taboo Tuesday, onde Foley, actuando como Mankind venceu Carlito.

Carlito venceu Shelton Benjamin, apurando-se para a Team RAW no Survivor Series; Carlito nem foi dos mais participativos na feud entre RAW e SmackDown, contudo, Carlito foi o terceiro a ser eliminado na Team RAW por John Layfield.

2006[editar | editar código-fonte]

Carlito venceu novamente Shelton Benjamin, para se apurar para a Elimination Chamber, onde fez equipe com Masters, tendo ambos eliminado Kane. Imediatamente a seguir, Carlito eliminou Masters. Carlito foi o último a ser eliminado por John Cena, que assim manteve o seu título. No Royal Rumble, Carlito e Masters atuaram como uma equipe no Royal Rumble Match, mas Carlito eliminou Masters outra vez.

Contudo, mantiveram-se unidos, e Carlito deu a ideia do Money in the Bank 2 na Wrestlemania 22, embora não tenha participado neste combate, mas participou na Wrestlemania, lutando contra Kane e Big Show, com Masters pelos títulos, mas os gigantes venceram o combate, retendo os títulos. Após isto, Carlito virou-se contra Masters e ambos tiveram conflitos em RAWs, tendo esta feud acabado no Backlash, com a vitória de Carlito.

2008[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de Setembro de 2008, aliou-se a Primo Colón para derrotarem Curt Hawkins e Zack Ryder e conquistar o WWE Tag Team Championship.

2009[editar | editar código-fonte]

Carlito e Primo entraram numa feud com os World Tag Team Champions Miz and Morrison por causa das Bella Twins. No WrestleMania XXV, Carlito e Primo derrotaram Morrison e Miz, unificando os títulos no novo WWE Unified Tag Team Championship.

No WWE Draft de 2009, for transferido pra RAW junto com Primo. No The Bash, Carlito e Primo perderam os títulos para Edge e Chris Jericho. Após perder sua revanche, Carlito atacou Primo. No Night of Champions (2009) participou no Six-Pac challenge pelo titulo dos Estados Unidos, mas acabou por perder. Retornou no Raw dia 30 de novembro confrontando John Cena.

2010[editar | editar código-fonte]

No WWE Superstars do dia 6/5/10, Carlito se desculpou com Primo fazendo assim novamente a dupla Carlito e Primo. Carlito foi pro de Michael tarver no nxt de 2010, sendo demitido no dia 21 de maio após ser reprovado em um teste de drogas da WWE[4]

Lutas amadoras

Carlito atualmente tem competido em lutas amadoras de wrestling.

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

  • !Bang!
    •  !Bang! Television Championship (1 vez)[13]

Referências

  1. a b c d «IGN: Carlito (WWE) Biography». IGN. Consultado em 1 de janeiro de 2008 
  2. a b c d «Superstars > SmackDown > Carlito > Bio». World Wrestling Entertainment. Consultado em 29 de julho de 2007 
  3. «WWE: Carlito released» (em inglês). 21//05/2010. Consultado em 22 de maio de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda); |coautores= requer |autor= (ajuda)
  4. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome carboiolareleased
  5. a b c d e «Carlito profile». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de agosto de 2008 
  6. a b «Cagematch profile» 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome MO
  8. a b Mulligan, Ryan (31 de outubro de 2008). «Ryan Mulligan's Smackdown TV report for HALLOWEEN~!». Wrestling Observer/Figure Four Online. Consultado em 17 de janeiro de 2010 
  9. a b Mulligan, Ryan (14 de novembro de 2008). «Ryan Mulligan's Smackdown TV report for November 14th». Wrestling Observer/Figure Four Online. Consultado em 16 de janeiro de 2010 
  10. Mulligan, Ryan (10 de outubro de 2008). «WWE Smackdown TV report». Wrestling Observer/Figure Four Online. Consultado em 16 de janeiro de 2010 
  11. Wilkenfeld, Daniel (26 de novembro de 2009). «WILKENFELD'S TNA IMPACT REPORT 11/26: Ongoing "virtual time" coverage of Spike TV broadcast». PWTorch. Consultado em 27 de novembro de 2009 
  12. a b c «Carlito's managers» 
  13. «Wrestler Profile: Carlito». Consultado em 30 de abril de 2007 
  14. «WWC Universal Heavyweight Title lineage (archived May 23, 2007)». Consultado em 28 de abril de 2007 
  15. «WWC tag team championships lineage». Consultado em 30 de abril de 2007 
  16. «History of the intercontinental Championship». Consultado em 30 de abril de 2007 
  17. «History of the United States Championship». Consultado em 30 de abril de 2007 
  18. «Carlito & Primo Colon's first reign». WWE. Consultado em 3 de outubro de 2008 
  19. «Pro Wrestling Illustrated Top 500-2006». Consultado em 30 de abril de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlito (lutador)