Sky Marshals

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sky Marshals
Sky Marshal norte-americano treinando em um jogo de realidade virtual
País Internacional
Subordinação Policia federal ou forças armadas de seu pais correspondente
Missão Segurança durante voos internacionais
Criação 1961 com aperfeiçoamento a partir dos Ataques das torres gemeas
Período de atividade 1961 - atualidade
Logística
Efetivo >13000
Símbolo dos Sky Marshals dos Estados Unidos Badge of the United States Federal Air Marshal Service.png
Símbolo dos Sky Marshals da Austria Emblème du Einsatzkommando Cobra (EKO Cobra).svg
Símbolo dos Sky Marshals da Irlanda ARW unit insignia.gif

Os sky marshals ou air marshals ou também conhecidos no português por marechais do ar ou policiais aéreos são agentes federais de diversos países que entram armados dentro de aviões principalmente em voos com destinos internacionais.[1][2]

Os principais objetivos dos air marshals é fazer a segurança de voos internacionais, assim viajando como passageiros convencionais e de modo velado portando armas para caso ocorra uma tentativa de sequestro ao avião e/ou algum crime em voo, os air marshals possam agir mantendo a ordem dentro do avião.[1][3]

A responsabilidade dos sky marshals é principalmente com os cidadãos do seu próprio pais, assim estando no voo ele irá tentar intervir em uma situação buscando a melhor saída para sobrevida dos passageiros, principalmente por não ter a certeza da cidadania de todos.[3][4]

Modus operandi[editar | editar código-fonte]

O modus operandi dos sky marshals pode variar com seu treinamento, com o seu pais e com seu objetivo dentro de um voo. Porem no geral, os air marshals trabalham descaracterizados com armas veladas. Assim não causando espanto para os passageiros e trazendo um fator de duvida á possíveis criminosos, já que antes de efetuar um crime eles terão a duvida sobre ter a bordo de seu voo um air marshal ou não.[5][6]

Os air marshals podem seguir uma rotina de voos programadas, ou simplesmente entrar em voos aleatórios. Normalmente a equipe de inteligência no solo, analisa os fatores de risco de um voo e designa os marshals até os voos mais arriscados.[6]

Mesmo com autoridade internacional, os marshals trabalham diretamente para suas nações, assim não tendo poder em solo estrangeiro, apenas durante os voos. Assim um marshal que embarca em um avião que irá para outro pais, chegando no outro país pega um avião de volta ao seu país de origem, assim protegendo na ida e na volta os passageiros de seus países e os demais passageiros estrangeiros a bordo.[6][7]

Raramente dois air marshals irão estar no mesmo avião, tendo em vista o risco de em uma situação de crise, um marshal confundir outro marshal de outro pais com um possível criminoso e enfrenta-lo, assim trazendo um risco maior ao voo. Então mesmo que o objetivo principal do marshal seja defender os passageiros de seu país, ele fará de tudo para proteger os demais passageiros também.[8]

Treinamento[editar | editar código-fonte]

Os treinamentos dos sky marshals variam de país para país, porem em geral os air marshals são treinados para entender quando uma pessoa está prestes a fazer algo ilicito e/ou identificar atitudes suspeitas durante o voo.

Os marshals tambem tem como parte do treinamento a estratégia de tiro, tendo em vista que eles devem ser precisos, assim evitando de ferir civis e/ou evitando de furar a fuselagem do avião causando uma descompressão que poderia ser perigosa ou até mesmo fatal.[9][10][11]

Países[editar | editar código-fonte]

Diversos países possuem seus próprios sky marshals, porem muitos não declaram a existência dos mesmos por seus agentes fazerem parte de agencias secretas de inteligência, a baixo a lista de países que declararam possuir air marshals especializados:

Pais Órgão Responsável Nomenclatura Data de Criação
 Estados Unidos Agencia Central de Inteligencia Federal Air Marshal Service (FAMS)[1] 1961 aperfeiçoado em 2001
Paquistão Forças Armadas do Paquistão Airports Security Force (ASF)[12] 1976
 Irlanda Forças Armadas da Irlanda Army Ranger Wing (ARW)[13] 1980
 Áustria Exercito Austríaco EKO Cobra[14] 1981
 Índia Agencia de Segurança Nacional (sem nomenclatura propria)[15] 1999
 Austrália Policia Federal da Austrália Air Security Officer (ASO)[16] 2001
 Singapura Força Policial de Singapura Security Command or the Special Tactics and Rescue (STAR) 2002
 Canadá Policia Montada Real Canadense Canadian Air Carrier Protection (CACPP)[17] 2002
 Reino Unido Scotland Yard Aviation Security Operational Command Unit (SO18)[18] 2003

Referências

  1. a b c Biles, Clay (2013). The United States Federal Air Marshal Service: Fifty Years of Service : a Historical Perspective, 1962 - 2012 (em inglês). [S.l.]: Clay Biles 
  2. «Inside Look: Federal Air Marshal Service | Transportation Security Administration». www.tsa.gov. Consultado em 3 de junho de 2021 
  3. a b «FEDERAL LAW ENFORCEMENT Survey of Federal Civilian Law Enforcement Functions and Authorities» (PDF) 
  4. «Federal Air Marshals | Transportation Security Administration». web.archive.org. 12 de abril de 2013. Consultado em 3 de junho de 2021 
  5. «Federal Air Marshals | Transportation Security Administration». web.archive.org. 12 de abril de 2013. Consultado em 3 de junho de 2021 
  6. a b c Biles, Clay W. (30 de maio de 2013). The United States Federal Air Marshal Service: A Historical Perspective, 1962 - 2012: "Fifty Years of Service" (em inglês). [S.l.]: Wendy De La Cruz 
  7. «Air marshals grounded over 'security'» (em inglês). 25 de junho de 2003. Consultado em 3 de junho de 2021 
  8. «USATODAY.com - Air marshals thrust into spotlight». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 3 de junho de 2021 
  9. «Inside the U.S. Federal Air Marshal training program». Nine News Australia 
  10. «Is it time to shut down the Federal Air Marshal Service?». CBS 
  11. «Inside Look: Federal Air Marshal Service | Transportation Security Administration». www.tsa.gov. Consultado em 3 de junho de 2021 
  12. «The Express Tribune Videos: Latest News Headlines». The Express Tribune (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2021 
  13. «Brennan to reject US air marshal bid» (em inglês) 
  14. Riegler, Thomas. «Vom „Gendarmeriekommando Bad Vöslau" zur „COBRA": Der Aufbau der österreichischen Antiterrorkräfte» (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2021 
  15. «A-I to comply with US norm - Times Of India». web.archive.org. 23 de maio de 2013. Consultado em 3 de junho de 2021 
  16. «Air Security Officers - Australian Federal Police». web.archive.org. 29 de março de 2016. Consultado em 3 de junho de 2021 
  17. «Military Police train for VIP... | Air Force Articles | News and Events - Air Force News | RCAF | DND/CF». web.archive.org. 21 de maio de 2013. Consultado em 3 de junho de 2021 
  18. «Armed air marshals for UK flights» (em inglês). 14 de fevereiro de 2003. Consultado em 3 de junho de 2021