Sokkate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sokkate
Rei da Birmânia
Reinado 1038 – 1044
Antecessor(a) Kyiso
Sucessor(a) Anawrahta
Dinastia Pagan
Nascimento 1001
  Pagan
Morte 1044
  Myinkaba

Sokkate (29 de marco de 1001 - 16 de dezembro de 1044) foi um dos reis da dinastia Pagan de Burma (Myanmar), reinando de 1038 a 1044. O rei perdeu a vida em um único combate com Anawrahta, que o sucedeu e viria a fundar o império de Pagan. De acordo com as crônicas, Sokkate era filho do rei Nyaung-u Sawrahan cujo reinado foi usurpado pelo rei Kunhsaw Kyaunghpyu. Kunhsaw casau com três das principais rainhas de Nyuang-u, duas dos quais estavam grávidas e, posteriormente, deram origem a Kyiso e Sokkate. Sokkate e Kyiso foram criados por Kunhsaw como seus próprios filhos. Quando os dois filhos chegaram masculinidade, eles forçaram Kunhsaw a abdicar do trono e se tornar um monge. Em 1044, Anawrahta reuniu uns partidários nas proximidades do monte Popa, e desafiou Sokkate para um combate. (Segundo a lenda, o motivo de sua revolta foi que Sokkate tinha forçosamente se casado com sua mãe Myauk Pyinthe.) Em um único combate, matou Sokkate em Myinkaba perto de Pagan, e tomou o trono.[1]

Referências

  1. Maung Htin Aung. 'A History of Burma'. Nova York e Londres: Cambridge University Press, 1967.

Bibliografias[editar | editar código-fonte]

  • Kala, U. Maha Yazawin. 2006, 4th printing ed. (em Burmese). 1–3. Yangon: Ya-Pyei Publishing, 1724 
  • Royal Historians of Burma. Zatadawbon Yazawin U Hla Tin (Hla Thamein): . 1960 ed. Historical Research Directorate of the Union of Burma [S.l.], c. 1680 
  • Royal Historical Commission of Burma. Hmannan Yazawin. 2003 ed. (em Burmese). 1–3. Yangon: Ministry of Information, Myanmar, 1832