Soldado de bronze de Tallinn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Monumento ao soldado

O Soldado de bronze de Tallinn (em estónio: Pronkssõdur, em russo: Бронзовый Солдат, Bronzovyj Soldat), antes chamado de Monumento aos Libertadores de Tallinn, é um monumento localizado no centro da cidade de Tallinn, na Estônia, inaugurado em 22 de setembro de 1947, enquanto a Estônia estava dominada pela União Soviética, durante a Guerra Fria.[1]

A estátua tem 1,83 metros e representa um soldado soviético utilizando uniforme. Foi localizado ao lado de uma pequena vala de 1945 que manteve os restos mortais de soldados do Exército Vermelho. Em abril de 2007, o governo da Estônia resolveu mudar a localização do soldado e da vala onde estavam os soldados soviéticos para o cemitério militar da Forças de Defesa da Estônia em Tallinn. Essa decisão deixou os russos revoltados, causando os ciberataques à Estônia nesse mesmo ano. Os russos e outras pessoas que se mostraram contra a transferência da estátua foram às ruas protestar. O governo russo ameaçou a Estônia.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Soldado de bronze de Tallinn

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.