Steniano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na escala de tempo geológico, o Steniano é o período da era Mesoproterozóica do éon Proterozóico que está compreendido entre 1 bilhão e 200 milhões e 1 bilhão de anos atrás, aproximadamente. O período Steniano sucede o período Ectasiano de sua era e precede o período Toniano da era Neoproterozóica de seu éon. Como os outros períodos de seu éon, não se divide em épocas.

O período Steniano, também conhecido por Esteniano, (do grego στενός (stenós), significa "estreito") é o período geológico final na Era Mesoproterozóica. Em vez de se basearem em estratigrafia, essas datas são definidas de forma cronetrômica. O nome deriva de cintos polietamórficos estreitos formados durante este período. O supercontinente Rodinia se agrupou durante o Steniano. Isso duraria até o período de Toniano. Este período inclui a formação do Keweenawan Rift.[1]

Rodinia teve caracteristica de um local árido e desolado. A vida ainda não havia colonizado terra. Os únicos sinais de vida perto da terra foram os crescimentos profusos de estromatólitos ao longo das costas. A atmosfera, que continha cerca de 1% de oxigênio no início do mesoproterozóico, aumentou o teor de oxigênio para não mais de 2-4% no momento da formação de Rodinia. Conseqüentemente, não havia camada de ozônio.[2]

Páginas relacionadas[editar | editar código-fonte]

  1. «GeoWhen Database - Stenian». 12 de maio de 2006. Consultado em 16 de agosto de 2017 
  2. «Mesoproterozoic Era». 29 de agosto de 2011. Consultado em 16 de agosto de 2017