TV Magazine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

.

TV Magazine
Tvmagazine.png
Formato Site na Internet, Apps para iPhone, iPad e Windows Phone
Fundador(es) Ricardo Vianna
Fundação 28 de novembro de 1996
Idioma Português
Circulação Não informado

TV Magazine é um site brasileiro sobre notícias, destaques e programação televisiva, com periodicidade diária. Além disso, possui um fórum de discussões para os usuários. Atualmente, é tido como o mais completo do gênero e referência quando o assunto é TV.

História[editar | editar código-fonte]

Somos a TV Magazine, o primeiro site brasileiro a oferecer gratuitamente notícias, destaques e todas as informações ligadas ao mundo da TV por Assinatura; e nós estamos completando oito anos no ar.

Tudo começou em 28 de Novembro de 1996. Naquele dia era lançada, ainda em um servidor gratuito, a VMagazine, página que tinha a proposta de preencher uma lacuna nos meios de comunicação, com informações que os jornais e revistas não publicavam. Esta iniciativa ganhou força quando, em parceria com Mauricio Araújo, foi criada em 12 de outubro de 1998 a SATTV, um hot site dentro da VMagazine especializado nos destaques da programação e colunas.

Em pouco tempo, mais e mais pessoas passavam a freqüentar os dois sites, mandando suas dúvidas, sugestões e elogios. Diante da resposta do público, assumimos o compromisso de criar o mais completo veículo a falar exclusivamente sobre TV. Assim, no dia 1º de julho de 2001 a SATTV e a VMagazine se fundiram, originando a TV Magazine: a verdadeira Revista Online da TV Brasileira. Para completar esse projeto, decidimos explorar novos horizontes, passando a abordar também os assuntos ligados à TV aberta.

O fato de termos sido pioneiros no ramo da TV por Assinatura nos permitiu acompanhar, como poucos, o crescimento do setor, incluindo o lançamento das três principais operadoras de miniparabólicas no Brasil: DIRECTV, SKY e TECSAT. Desde o início trouxemos informações exclusivas (muitas vezes, bombásticas) sobre satélites, serviços, entradas e retiradas de canais e destaques da programação - informações quentíssimas, fornecidas por fontes em diversas operadoras e programadoras.

Ao longo desses anos a TV Magazine estabeleceu importantes parcerias, principalmente com a Revista Eletrônica, maior fornecedora de grades e softwares de programação do Brasil, responsável pela alta qualidade de nossos Guias de Programação; e com a America Online, empresa com a qual fomos parceiros durante dois anos. Em fevereiro de 2004 iniciamos uma parceria de sucesso com o Matrix, um dos maiores provedores de internet do Brasil.

Entre os marcos da nossa trajetória está a criação do TVid, sistema de registro de usuários que nos permite hoje fazer um "data mining" dos visitantes e oferecer serviços diferenciados, como a TALKTV, maior fórum brasileiro sobre televisão, criado em outubro de 2000. Outro grande momento marcante aconteceu em 2000 e 2001, quando a TV Magazine foi, por duas vezes, indicada entre os 10 melhores sites de televisão no IBEST.

Entre os dias 25 de outubro de 2007 e 1 de abril de 2009, fomos obrigados a nos despedir temporariamente do público brasileiro. A TV Magazine já era o maior site de TV do Brasil, mas isso não convertia-se em faturamento ou receita. O site estava rodando no vermelho, e já faziam meses. Quando voltamos, descobrimos a fórmula para produzir um conteúdo de qualidade com um site que se pague.

Existem veículos especializados em destaques da programação. Existem aqueles especializados em notícias... e os que priorizam fichamentos de produções... E existe a TV Magazine, um website diferente, especializado em TUDO sobre a TV brasileira sem dar margem a fofocas e notícias de bastidores.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]