Taihojutsu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Taihojutsu (em japonês: 逮捕術, técnica de captura) é um disciplina marcial, que é síntese de outras artes marciais, criada com o especial fito de atender as necessidades das forças de segurança japonesas, como um método de promover a captura de criminosos e outras pessoas, já durante o Japão feudal. Em princípio, foram compiladas técnicas de jujutsu e kenjutsu.[1][2] Contudo, após a Segunda Guerra Mundial, foi formado um comitê d'estudos, que contava com renomados expertos de várias escolas marciais modernas, como aiquidô, caratê, judô, quendô e jodô, sem olvidar que conceitos de boxe também foram aproveitados.[3] Devido sua eficiência, o método terminou por ser incorporado a forças armadas e de segurança de outros países.[4][5]

Referências

  1. Cunningham, Don (2004). Taiho-Jutsu. Law and Order in the Age of the Samurai (em inglês). North Clarendon: Tuttle. pp. 19–34 
  2. Ratti, Oscar; Westbrook , Adele (2009). Secrets of the Samurai. The Martial Arts of Feudal Japan (em inglês). North Clarendon: Tuttle  line feed character character in |autor= at position 145 (ajuda)
  3. Draeger, Donn (1974). Modern bujutsu & budo (em inglês). Nova Iorque: Weatherhill. pp. 70–72 
  4. Kaplan, Steven (2010). TAIHO-JUTSU. The Art of Arrests (em inglês). Bloomington: Xlibris 
  5. Mitchell, David (1993). Complete Book of Martial Arts (em inglês). Londres: Chancellor Press. p. 151 
Ícone de esboço Este artigo sobre artes marciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.