Takbir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o hino nacional da Líbia, veja Allahu Akbar.
Em árabe, "Deus é o maior".

Takbīr ou taquebir (تَكْبِير) é uma palavra em árabe que significa "louvor, exaltação, glorificação, magnificação, celebração".[1] No uso religioso, o takbīr refere-se à expressão da frase Allahu Akbar (الله أكبر) que traduzida para o português significa "Deus é o maior".[2]

Na prática religiosa muçulmana, o takbīr é usado em uma ampla gama de contextos. A descrição de Deus como akbar (o maior) é uma expressão da transcendência de Deus como um princípio epistemológico muçulmano central. O takbīr é usado com freqüência na devoção religiosa e na prática social. O chamado islâmico para a oração (azan) e o chamado para iniciar a oração (iqāmah) ambos contêm o pronunciamento do takbīr. A oração, de acordo com as escolas sunitas e xiitas, começa com a expressão obrigatória e consecratória do takbīr. Também é recomendado recitá-lo após cada uma das posições assumidas sucessivamente durante a oração.[1]

Uma fórmula de takbīr é recitada na véspera da última noite de jejum durante o mês do Ramadã com a confirmação de que a lua do mês de Shawwal foi avistada. Recomenda-se continuar a recitação do takbīr até o início da oração na manhã seguinte marcando o Eid al-Fitr. Além disso, o Profeta Muhammad teria encorajado a recitação do takbīr em todos os ritos do haje e, mais geralmente, na conclusão de uma jornada. Embora haja desacordo sobre o número prescrito, a oração funerária veio conter a recitação do takbīr quatro vezes em contextos sunitas e cinco vezes em ritos funerários xiitas.[1]

Na vida religiosa diária e na expressão cultural, o takbīr tem uma ampla gama de uso, abrangendo toda a cultura muçulmana, que vão desde o início do abate legal de animais, até a adulação e exuberância durante um sermão ou desempenho cultural e, inversamente, até mesmo comunicar um senso de choque ou angústia após a descoberta da morte de um ente querido.[1] Muito utilizada por muçulmanos como reverência a Deus (Alá em Árabe), a frase aparece em algumas bandeiras de países árabes, e também é usado como preposição para Alá, como por exemplo o Iraque. Também aparece na bandeira do Irã que apesar de não ser um país árabe é uma república islâmica.[3] A frase é bem conhecida no Ocidente devido ao seu uso habitual como "grito de guerra" no terrorismo jihadista.[4]

Referências

  1. a b c d «Takbir». Oxford Islamic Studies 
  2. Tristam, Pierre (12 de Abril de 2017). «What Does Allahu Akbar Really Mean? (Que significa realmente Allahu Akbar ? - em inglês)». ThoughtCo 
  3. Babylon.com http://www.babylon.com/definition/Allah_u_akbar/Portuguese  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. Matusitz, Jonathan. Symbolism in Terrorism. Londres: Rowman & Littlefield. 215 páginas 
Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.