Tamarod

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tamarod (em árabe: تمرد; tamarrud, cujo significado é "rebelião" ou "rebelde")[1] é um movimento de base social que faz oposição ao governo do atual presidente do Egito, Mohamed Morsi, além de defender a antecipação de eleições presidenciais.[2] O movimento ajudou a alavancar os protestos no Egito em 2013.[3]

O movimento surgiu em 28 de abril de 2013.[4] De acordo com o mesmo, já foram coletadas 22 milhões de assinaturas (22.134.460) até 29 de junho de 2013.[5] [6] Membros do movimento afirmaram que apoiariam Manar el-Beheiry, da Suprema Corte do Egito, para substituir temporariamente Morsi caso o mesmo aceite a resignação.[7] Inicialmente, o movimento instituiu o prazo de 2 de julho de 2013 para que Morsi deixe o poder. Caso contrário, há a ameaça de que se inicie uma campanha de desobediência civil.[8]

As Forças Armadas do Egito deram um ultimato até o dia 3 de julho de 2013 para que a crise seja resolvida.[9] Apesar da ameaça de golpe, a entidade militar afirma que não se envolverá em assuntos políticos e de governo.[9]

Referências

  1. http://tamarod.com/index.php?page=english
  2. «Tamarod approaches 15 million signatures» [S.l.: s.n.] Egypt Independent. 10 June 2013. Consultado em 13 June 2013. 
  3. «Profile: Egypt's Tamarod protest movement» BBC News [S.l.] 1 July 2013. Consultado em 2 July 2013. 
  4. «Kefaya says Tamarod campaign is not under auspices of Kefaya movement» [S.l.: s.n.] Daily News Egypt. 30 April 2013. Consultado em 21 de junho 2013. 
  5. «Egypt's 'Rebel' campaign gathered 22 mn signatures, says spokesman» [S.l.: s.n.] Ahram Online. 29 de junho 2013. Consultado em 29 de junho 2013. 
  6. «Egypt group: 22 million signatures against Morsi» [S.l.: s.n.] Yahoo! News (Associated Press). 29 de junho 2013. Consultado em 29 de junho 2013. 
  7. «Tamarod backs SCC president to replace Morsy» [S.l.: s.n.] Egypt Independent. 15 de junho 2013. Consultado em 18 de junho 2013. 
  8. «Is the clock ticking for Mursi? Opposition sets deadline for his ouster» [S.l.: s.n.] Al Arabiya. 1 July 2013. Consultado em 1 July 2013. 
  9. a b «Egypt's army gives parties 48 hours to resolve crisis» [S.l.: s.n.] BBC. 1 July 2013. Consultado em 1 July 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]