Tarambola-dourada-pequena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTarambola-dourada-pequena
Pluvialis dominica1.jpg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Charadriiformes
Família: Charadriidae
Género: Pluvialis
Espécie: P. dominica
Nome binomial
Pluvialis dominica
Statius Müller, 1776

A tarambola-dourada-pequena ou tarambola-dourada-americana (Pluvialis dominica) é uma ave limícola da ordem dos caradriformes. É parecida com a tarambola-dourada, distinguindo-se principalmente pela contra-asa cinzenta e não branca. No Brasil é conhecida por batuiruçu ou batuíra-do-campo.[1]

Ninho e ovos da tarambola-dourada-pequena

Procria na América do Norte no ambiente da tundra no ártico e subártico, onde nidifica em encostas rochosas mais altas e secas. Os ninhos são depressões no solo onde quatro ovos são postos, uma ninhada por temporada. O período de incubação é de 25-27 dias. Normalmente, o macho incuba os ovos durante o dia e a fêmea à noite. Jovens são precoces e deixam o ninho dentro de horas após a eclosão. Na América do Sul é um visitante setentrional comum em águas interiores, campos e na orla marítima.[2] É muito rara na Europa.

Subespécies[editar | editar código-fonte]

A espécie é monotípica (não são reconhecidas subespécies).

Referências

  1. COSTA, Hélder; et al. (2000). Nomes Portugueses das Aves do Paleárctico Ocidental. [S.l.: s.n.] Assírio & Alvim 
  2. «Wikiaves, a Enciclopédia das Aves do Brasil». Consultado em 4 de maio de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado ao Projeto Aves, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.