Terapeuta ocupacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Terapeuta Ocupacional é um profissional de nível superior cuja formação se dá nas áreas da Saúde, das Ciências Sociais e Humanas, regulamentado pelo Decreto Lei 938 de 13 de outubro de 1969 e que possui um código de ética supervisionado pelo COFFITO (Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

O Terapeuta Ocupacional busca a recuperação de indivíduos que apresentem problemas cognitivos, afetivos, perceptivos e psico-motores, sejam estes problemas decorrentes de distúrbios genéticos, traumas ou doenças adquiridas.

Durante sua formação, o terapeuta ocupacional aprende matérias como anatomia, cinesiologia, desenvolvimento humano, recursos terapêuticos, pediatria, neurologia, psiquiatria, condições sociais, além dos estágios supervisionados obrigatórios.

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Existem seis escolas de formação de Terapeutas Ocupacionais: Escola Superior de Saúde do Alcoitão, Escola Superior de Tecnologia de Saúde do Porto, Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa, Escola Superior de Saúde de Leiria, Escola Superior de Saúde de Beja e Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Silves.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]