Tesouro-Museu da Sé de Braga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Tesouro-Museu da Sé de Braga localiza-se numa das dependências da catedral da cidade de Braga, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Nossa Senhora do Leite (séc. XVI) no Tesouro-Museu.

O museu foi fundado em 1930 na antiga casa do Cabido, mandada, construir no início do século XVIII, pelo arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles.[1]

Os seus primeiros directores foram os cónegos Manuel Aguiar e Luciano Afonso dos Santos.

Recebeu obras de ampliação entre 2003 e 2007, segundo um projecto de recuperação de um quarteirão de cinco edifícios anexos à Sé.[1] O museu contempla além de núcleos temáticos ligados à história da Igreja de Braga, outros núcleos expositivos que retratam o "Nascimento" e "Paixão e Morte" de Jesus Cristo. Essa exposição permanente recebeu o nome "Raízes de Eternidade: Jesus Cristo – Uma Igreja". Outro núcleo diz respeito à exposição de peças de ourivesaria e paramentaria.[1]

Acervo[editar | editar código-fonte]

Vários objectos de culto, como paramentos, missais, arte sacra. O destaque vai para uma cruz que foi usada na primeira missa no Brasil, levada por Pedro Álvares Cabral, um precioso cofre de marfim islâmico do século XI e um cálice manuelino com as armas de D. Diogo de Sousa.[1][2]

Também se visitam várias capelas e salas, o coro da catedral com os seus órgãos[1], apenas acessíveis com visita guiada.

Museu do sino[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tesouro-Museu da Sé de Braga

O Museu do Sino é uma iniciativa do Cabido da Sé Metropolitana e Primacial de Braga, em colaboração com "A Fundição de Sinos de Braga". O Museu terá mais de 200 sinos.

Referências

  1. a b c d e «Tesouro-Museu». Catedral de Santa Maria de Braga. Consultado em 24 de março de 2016. 
  2. «Catedral de Braga Tesouro-Museu». Geira. Consultado em 24 de março de 2016.