Thankmar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thankmar
Nascimento Século X
Morte 28 de julho de 938
Eresburg
Progenitores Mãe:Hateburga de Merseburg
Pai:Henrique I da Germânia
Irmão(s) Gerberga da Saxônia, Edviges da Saxônia, Bruno I, Arcebispo de Colônia, Otão I, Sacro Imperador Romano-Germânico, Henrique I, Duque da Baviera

Thankmar ou Tammo (c.908 – 28 Julho de 938) foi o filho mais velho (e único) de Henrique I da Germânia com sua primeira mulher, Hateburga (ou Liutgarda). Sua mãe havia previamente se casado e tornado-se viúva, após o quê entrou para um convento. Tendo deixado o convento para casar-se com Henrique seu segundo casamento foi considerado inválido e o casal se separou. A legitimidade de Thankmar foi sempre questionada.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Henrique I fez arranjos para a sua sucessão em 929 e teve esses arranjos ratificados por uma assembléia em Erforte pouco antes de sua morte. Após sua morte suas terras foram divididas entre seus quatro filhos: Thankmar, Otão I, Henrique e Bruno.[1] Otão, entretanto, recebeu a coroa ao invés de Thankmar. A única sucessão disputada, entretanto, foi entre Otão e seu irmão mais novo, Henrique, que foi mantido em prisão domiciliar na Baviera durante a coroação e Otão.[2]

Quando o conde Sigurdo de Merseburgo, morreu em 937, Thankmar achou que ele teria direito a ser seu sucessor já que ele era um primo da mãe de Thankmar.[3] Otão, entretanto, nomeou Gero como sucessor de Sigurdo. Nesse ínterim, Eberardo da Francônia e Wichmann, o Velho, devido respectivamente a encorajamentos reais a um vassalo rebelde e à disposição desfavorável de feudos, se revoltaram contra Otão e Thankmar se juntou a eles. Thankmar sofreu um cerco em Eresburgo e foi morto por um certo Maginzo. Otão puniu Maginzo, em consequência, com uma morte cruel.

Referências

  1. Bernhardt, 3.
  2. Reuter, 149, baseado em Flodoardo e [[[Viduquindo de Corvey]].
  3. Bernhardt, 18.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Refbegin2

  • Reuter, Timothy. Germany in the Early Middle Ages 800–1056. New York: Longman, 1991.
  • Bernhardt, John W. Itinerant Kingship and Royal Monasteries in Early Medieval Germany, c. 936–1075. Cambridge: Cambridge University Press, 1993.