Henrique I da Germânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde novembro de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Henrique I
Rei dos Germanos
Henrique I, o Passarinheiro
Reinado 912-936
Consorte de Hatheburg
Antecessor(a) Conrado I da Germânia
Sucessor(a) Otão I
Descendência
Dinastia Otoniana (Casa de Liudolfinga)
Nascimento 876
Morte 2 de julho de 936
  Memleben
Cônjuge(s) Matilde de Ringelheim
Pai Otão I da Saxônia
Mãe Hedwiga

Henrique I da Germânia "o Passarinheiro" (em alemão: Heinrich der Finkler ou Heinrich der Vogler, em latim: Henricius Auceps; 876Quedlimburgo, Memleben, Sachsen, 2 de julho de 936) foi duque da Saxônia a partir de 912 e rei dos germanos de 919 até a sua morte, em 936. Primeiro da dinastia otoniana de reis e imperadores germanos, é considerado o fundador e primeiro rei do império alemão medieval, até então conhecido como Frância Oriental. Recebeu o epíteto "passarinheiro" porque teria recebido a notícia da sua ascensão ao trono no momento em que consertava as suas redes de apanhar pássaros. Sucedeu-o no trono seu filho Otão I do Sacro Império Romano-Germânico.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Filho de Oto I "o Ilustre", duque da Saxônia, (836 - 30 de novembro de 912) e de Hedwiga (?-903), filha de Henrique da Francônia, marquês de Nêustria (830-886) e de Ingeltrude de Frioul.

Casou-se por duas vezes, a primeira em 906 com Hateburga de Alstadt, filha do conde Eruíno da Saxônia, de quem teve um filho:

Henrique se separou da primeira mulher em 909. No mesmo ano, casou segunda vez no castelo Wallhausen perto de Sangerhausen com Matilde de Ringelheim "Santa Matilde" (890 - 14 de março de 968), de quem teve cinco filhos:

  1. Otão I do Sacro Império Romano-Germânico, (23 de novembro de 912 - Memleben, 7 de maio de 973), casou por duas vezes, a primeira com Edite de Wessex, filha de Eduardo, o Velho, rei do Wessex e a segunda com Adelaide da Itália.
  2. Henrique I da Baviera, (? - 1 de novembro de 955) casado com Judite da Baviera, filha de Arnulfo da Baviera, o Mau.
  3. Bruno I, Arcebispo de Colônia
  4. Edviges da Saxónia (922 - 10 de maio de 965) casada com Hugo, o Grande, marquês da Nêustria, duque dos francos e conde de Paris.
  5. Gerberga da Saxônia (? - 5 de maio de 959) casada por duas vezes, a primeira com Gilberto de Lotaríngia, duque da Lorena (ou Lotaríngia entre 924 - 939), e a segunda com Luís IV de França, rei de França.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A Herança Genética de D. Afonso Henriques, Luiz de Mello Vaz de São Payo, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 2002, página 287.
  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira - 50 vols. Vários, Editorial Enciclopédia, Lisboa, vol. 13-página 65.
Ícone de esboço Este artigo sobre história da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.