The Opium War

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Guerra do Ópio
The_Opium_War_Poster.jpg
China
150 minutes min 
Direção Xie Jin
Produção Chen Zhigu
Elenco Bao Guo'an
Lin Liankun
Sihung Lung
Bob Peck
Simon Williams
Shao Xin
Su Min
Gao Yuan
Cinematografia Hou Yong
Shang Yong
Edição David Wu
Qian Lili
Zhang Longgen
Companhia(s) produtora(s) Emei Film Studio
Xie Jin / Heng Tong Film & TV Co.
Distribuição Golden Harvest
Idioma {{{idioma}}}
Orçamento US$15 milhões

A Guerra do Ópio é um filme chinês de estilo épico-histórico dirigido por Xie Jin. Ganhador do prêmio de melhor filme pelo Golden Rooster em 1997 e pelo Hundred Flowers Awards, foi às telas de cinema em diversos festivais internacionais, notadamente Festival de Cannes e o Festival de Montreal. O filme conta a história da Guerra do Ópio, ocorrida nos dias derradeiros da dinastia Qing entre o Império Britânico e a China. O filme é contado a partir da perspectiva de figuras-chave, como o convicto nacionalista Lin Zexu, and the o diplomata britânico Charles Elliot.

Diferentemente de outros filmes contemporâneos ao A Guerra do Ópio, este contou com amplo apoio do aparato governamental. [1] A despeito de sua clara mensagem política, muitos críticos ocidentais o consideram um filme justo no tratamento dos eventos históricos, não parcial no modo como os coloca.[2]

À época de seu lançamento, A Guerra do Ópio, que contou com um orçamento de US$15 milhões, foi o filme mais caro produzido na China. Foi lançando para coincidir com o retorno de Hong Kong ao Estado chinês em Julho de 1997.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Bao Guo'an as Lin Zexu
  • Lin Liankun as Qishan
  • Sihung Lung as He Jingrong
  • Shao Xin as He Shanzi
  • Su Min as Daoguang Emperor
  • Gao Yuan as Rong'er
  • Bob Peck as Denton (based on Lancelot Dent)
  • Simon Williams as Charles Elliot
  • Debra Beaumont as Queen Victoria
  • Emma Griffiths as Mary Denton
  • Philip Jackson as Captain White
  • Garrick Hagon as missionary Sidon Laughton
  • Robert Freeman as Hill
  • Ko Hsiang-ting as Yishan
  • Jiang Hua as Guan Tianpei
  • Zhou Chuanyi as Yiliang
  • Li Weixin as Deng Tingzhen
  • Li Shilong as Han Zhaoqing
  • Liu Zhongyuan as Lü Zifang
  • Shi Yang as Lin Sheng
  • Kong Xianzhu as He Rengui
  • Chang Xueren as San
  • Li Shaoxiong as Yao Huaixiang
  • Yang Heping as Qianzong
  • Wang Fen as Qiuping
  • Liang Yang as Baihe
  • He Qingqing as Lanrui
  • Gu Lan as official
  • Yang Zhaoquan as blind musician
  • Zhang Wanwen as brothel manager
  • Dominic Jephcott as British Member of Parliament
  • Jamie Wilson as artillery captain Paul Artuard
  • Nigel Davenport
  • Oliver Cotton

Recepção[editar | editar código-fonte]

Apesar do claro caráter politico, tendo sua estreia coincidido com o retorno de Hong Kong à China, o filme foi bem recebido pela crítica ocidental como um exemplo de filme histórico de grande orçamento. A revista Variety, periódico norteamericano especializado em cinema, considerou que apesar da “mensagem obviamente política, ‘A Guerra do Ópio’ é, ainda assim, comparativamente, uma representação justa do evento histórico (even-handed, no original em inglês) ”, enquanto que o filme em si possui grande qualidade na sua produção.[4] O The Guardian reconheceu que o longa-metragem, apesar do apoio oficial, “foi relativamente nuanciado”, e aclamado pela performance de Bob Peck como o comerciante de ópio Denton..[5]

O lançamento na China também foi positivo, com “A Guerra do Ópio” eventualmente ganhando o Golden Rooster por melhor filme.

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme foi gravado no Hengdian World Studios, Zhejiang, uma alocação comum para filmes históricos apelidada de “Chinawood” (em referência a Hollywood). “Para recriar as ruas da Guangzhou do século XIX, aproximadamente 120 equipes de construção de vilas próximas foram usadas.”[6] Entretanto, quase toda a pós-produção do filme se deu no Japão. [4]

Referências

  1. «Xie Jin Speaks Out». Filmfestivals.com. Consultado em 11 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 28 de outubro de 2007 
  2. Elley, Derek (8 de junho de 1997). «The Opium War». Variety. Consultado em 12 de dezembro de 2007  Higgins, Andrew (12 de junho de 1997). «China's Epic Exorcism». The Guardian. Consultado em 12 de dezembro de 2007 
  3. Gee, Alison Dakota (27 de junho de 1997). «Xie's Epic Victory, A historical spectacle surprises the cynics». AsiaWeek. Consultado em 11 de dezembro de 2007 
  4. a b Elley, Derek (8 de junho de 1997). «The Opium War». Variety. Consultado em 12 de dezembro de 2007 
  5. Higgins, Andrew (12 de junho de 1997). «China's Epic Exorcism». The Guardian. Consultado em 12 de dezembro de 2007 
  6. Zhang Wenting. «Xu Wenrong and His "Chinawood"». China Today. Consultado em 13 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 11 de junho de 2011