The Spy in Black

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Spy in Black / U-Boat 29
O Espião Negro / O Espião Negro (PT)
O Espião Submarino / O Espião Negro / O Espião de preto (BR)
 Reino Unido
1939 •  pb •  82 min 
Direção Michael Powell
Produção Alexander Korda
Irving Asher
Roteiro J. Storer Clouston (livro)
Roland Pertwee
Emeric Pressburger (roteiro)
Elenco Conrad Veidt
Valerie Hobson
Marius Goring
Sebastian Shaw
Gênero Guerra
Espionagem
Música Miklós Rózsa
Companhia(s) produtora(s) London Film Productions
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento 12 de agosto de 1939 (GRB)
5 de outubro de 1939 (NY)
7 de outubro de 1939(EUA geral)
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Spy in Black (br.: O espião submarino, O espião negro, O Espião de preto / pt.: O espião negro e O espião de negro), lançado nos Estados Unidos com o título U-Boat 29, é um filme britânico de guerra e espionagem de 1939, dirigido por Michael Powell. Foi a primeira colaboração do diretor com Emeric Pressburger. Foram contratados por Alexander Korda e posteriormente a dupla faria mais 20 filmes.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Notas
  • Bernard Miles aparece no pequeno papel não creditado de Hans, recepcionista do hotel[1]
  • Graham Stark aparece como mensageiro (não creditado[2])
  • Skelton Knaggs (não creditado, como o marinheiro alemão que procura pelo Capt. Hardt [3]).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1917, durante a I Guerra Mundial, o alemão capitão e comandante de submarino Hardt, é enviado a uma missão contra a Frota Naval Britânica baseada em Scapa Flow, na Escócia. Ele desembarca secretamente na remota Orkney Islands para se encontrar com seu contato, a espiã Fräulein Tiel, disfarçada de professora escolar. Ela atraiu e se tornou amante do ex-comandante britânico Ashington, rebaixado a tenente por alcoolismo, que está disposto a trair a Inglaterra e fornecer dados secretos aos alemães sobre as missões da frota. Hardt pega as informações e repassa sem demora para os submarinos alemães para que prepararem os ataques, mas fica insatisfeito com Tiel, que recusa ter relações amorosas com ele. Hardt passa a segui-la e descobre o segredo dela.

Produção[editar | editar código-fonte]

The Spy in Black foi filmado pelo Denham Studios, com locações em Berkhamsted, Hertfordshire e em Orkney, Escócia [4]. As filmagens terminaram em 24 de dezembro de 1938[5] e foi lançado na Grã-Bretanha em 12 de agosto de 1939. O lançamento nos Estados Unidos foi em Nova Iorque em 5 de outubro daquele ano, e no resto do país dois dias depois [6].

Indicação a prêmio[editar | editar código-fonte]

O filme foi indicado ao National Board of Review como um dos melhores filmes de 1939 [7].

Referências

Ligação externa[editar | editar código-fonte]