Tigurinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os Tigurinos eram um pagus dos Helvécios.

Os Tigurinos eram um pagus (clã ou tribo) dos Helvécios.[1] Eles cruzaram o Reno junto aos Helvécios para invadir a Gália em 109 a.C..[2] Eles rumaram para o sul, em direção a região romana de Provença em 107 a.C. e derrotaram o exército romano sob o comando de Lúcio Cássio Longino próximo a Agen.[3][4]

Após 103 a.C., os Tigurinos se estabeleceram ao norte do Lago Léman na cordilheira do Jura.[5]

Em 58 a.C., desejando se estabelecer nas ricas terras dos Santones, os Tigurinos e os Helvécios enfrentaram os exércitos de Júlio César, mas foram derrotados e massacrados na Batalha de Arar e na Batalha de Bibracte, alegadamente deixando 228,000 mortos.[6] Essas batalhas foram os eventos iniciais da Guerra das Gálias (58 a 49 a.C).

Em Zurique, Calvino escreveu o Consensus Tigurinus em 1549.[7]

O fundidor suiço do século XVII Jean-Jacques Keller, a serviço da Coroa Francesa, marcava seus trabalhos com "Kelleri Tiguro" ("De Keller o Tigurino").

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notes[editar | editar código-fonte]

  1. The Celtic Encyclopedia por Harry Mountain p.231 [1] p.180 [2]
  2. Mountain p.231
  3. Mountain p.231
  4. The Celts por Dáithí Ó hÓgáin p.143 [3]
  5. Mountain p.231
  6. Mountain p.231
  7. A history of Christian doctrine William Greenough Thayer Shedd p.467 [4]