Umm Kulthum bint Muhammad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Setembro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Umm Kulthum bint Muhammad foi uma das filhas de Khadijah e do profeta Maomé (Muhammad). Os muçulmanos xiitas não aceitam que ela seja sua filha, uma vez que de acordo a sua perspectiva, Fátima foi a única filha do profeta.

De acordo com fontes sunitas, Cadija, viúva com quarenta anos de idade, casou-se com Maomé, e teve dois filhos homens, Qasim e Abdullah, que morreram ainda crianças, e quatro filhas, Zainab, Ruqayyah, Umm Kulthum e Fátima.[1]

De acordo com fontes xiitas, Fátima foi o único de todos filhos de Maomé que sobreviveu.[2]

Foi casada com Utaybah bin Abu Lahab, que se julga ser um primo de Maomé. Este marido pediu-lhe o divórcio a pedido do pai, Abu Lahab, em larga medida em reacção à mensagem religiosa do pai de Umm Kulthum. Mais tarde, Umm Kulthum casou com Otman, o terceiro califa.

Referências

  1. The Biography of Prophet Muhammad (PBUH) [em linha]
  2. Prophet Muhammad (PBUH), A Mercy to All Creation [em linha]

Árvore genealógica simplificada. A ordem dos filhos não representa a ordem cronológica do nascimento

Khuwaylid ibn Asad
Fátima bint Za'idah
Abdullah
Cadija
Maomé
Qasim
Abdullah
Zainab
Ruqayya
Umm Kulthum
Fátima
Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.