Usuário:Sergio Abilio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Eu[editar | editar código-fonte]

Às vezes sim, outras vezes não... gosto de variar, ser diferente. Alegre

Formado em Engenharia Electrónica, adoro ciência em geral, com particular ênfase para as áreas técnicas, electrónica, informática, mecânica, física, investigação aeroespacial, aeronáutica... enfim, engenharia pura e dura! Ah, e comboios, e aviões, e satélites, e por aí fora...

Faço investigação no engageLab,[1] na Universidade do Minho, onde dou assistência electrónica a vários projectos nas áreas de educação[2][3][4] e artes.[5]Juntamente com a minha equipa de trabalho fomos já alvo de vários prémios internacionais,[6] dos quais se destaca o WTA 2013 para a categoria de Entertainment com o projecto t-words,[4] sendo assim a primeira vez que o prestigiado prémio foi entregue a Portugueses.[7][8]

Como hobbies, essencialmente passeio, de bicicleta, carro e comboio. O nosso Portugal é tão lindo, temos uma natureza maravilhosa. Pena ser tão mal divulgada! Hmm, já disse que me fascinam os comboios e as vias férreas? Pois é, e qual é o resultado quando se combina BTT, natureza e comboios? "Bicicletar" nas linhas férreas portuguesas desactivadas (e que não são assim tão poucas!). Grandes descobertas tenho feito! Claro que seria de muito maior valor ainda ter lá comboios a circular, mas que se há-de fazer contra quem (não)quer, pode e manda?

Na wikipedia, a minha actividade principal baseia-se nos Caminhos de Ferro Portugueses, embora muitas vezes me falte disponibilidade para me manter tão activo como queria.

Referências

  1. engageLab - Universidade do Minho.
  2. TOK - engageLab.
  3. t-books - engageLab.
  4. a b t-words - engageLab.
  5. pray for our souls, Rui de Carvalho.
  6. Investigadores da UMinho recebem prémio internacional no Nepal - Entrevista Porto Canal, Disponível em: youtu.be/f8RhupnjxjA
  7. Investigadores portugueses ganham World Technology Awards, Exame Informática.
  8. Investigadores portugueses desenvolvem interface para a infância e recebem prémio internacional, COMPETE.