Vaišelga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gravura do séc. XVI ou XVII.

Vaišelga ou Vaišvilkas (Vojszalak, Vojšalk, Vaišalgas[1] , Woyszwiłk) (c. 1220 - 9 de Dezembro de 1268, em Volodymyr-Volynskyi) foi o Príncipe da Rutênia Negra (1255-1267) e Grão-Duque da Lituânia, entre 1264 e 1267.

Quando capturou Navahradak, Vaišelga foi batizado no Monastério Lavrashev, tornando-se ortodoxo. Em 1255 ele fez um acordo, em nome do Rei Mindaugas, seu pai, com Daniel de Halych-Volhynia. Neste acordo, Halych-Volhynia transferiu a Rutênia Negra para a Lituânia. Vaišelga foi, então, declarado Duque de algumas destas terras. Mais tarde, escapou da trama de assassinato contra o seu pai. Através de lutas internas e depois do assassinato de Treniota, Vaišelga conseguiu recuperar os poderes de pai e tornar-se o Grão-Duque da Lituânia.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Srednevekovaja Litva - Imena». viduramziu.istorija.net. Consultado em 2015-11-08. 


Precedido por
Treniota
Coat of arms of Lithuania.svg
Grão-Duque da Lituânia

1264-1267
Sucedido por
Švarnas


Ícone de esboço Este artigo sobre a história da Europa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.