Vaso de Rubin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vaso de Rubin

O vaso de Rubin é parte de um conjunto de ilusões de óptica desenvolvido pelo psicólogo dinamarquês Edgar Rubin, apesar da ilusão já estar presente em impressões do século XVIII.[1]

A ilusão apresenta ao observador uma escolha mental entre duas interpretações válidas: A silhueta de um vaso ou a silhueta do perfil de duas faces humanas.[2] Em geral o observador percebe apenas uma delas e somente após algum tempo ou através de algum estímulo acaba percebendo a segunda. Ao tentar observar a primeira e a segunda interpretação simultaneamente percebe-se que uma acaba por impedir a outra.

Referências

  1. «Figure/Ground». Consultado em 1 de junho de 2011.  Parâmetro desconhecido |lang2= ignorado (|lingua=) (Ajuda)
  2. «Figura ambígua e dislexia do desenvolvimento». Scielo Brasil. Consultado em 1 de junho de 2011.  Ligação externa em |publicado= (Ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.