Verbo impessoal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Verbos impessoais)
Ir para: navegação, pesquisa

Verbos Impessoais ( os Verbos impessoais são aqueles que não possuem sujeito, ou seja, eles surgem em orações sem sujeito) são verbos defectivos que exprimem uma ação que não se pode atribuir a nenhuma pessoa gramatical; são, portanto, verbos cujo sujeito é inexistente. Por esse motivo, verbos impessoais se flexionam exclusivamente no infinitivo e na 3ª pessoa do singular, nunca concorrendo com um sujeito.[1] [2]

São desse tipo, fundamentalmente:

  1. Verbos meteorológicos, que exprimem fenômenos naturais (ex.: chover, trovejar, etc.);
  2. Verbos que expressam tempo (ex.: haver e fazer);
  3. O verbo haver, no sentido de existir (ex.: " resíduos tóxicos no mar").
  4. O verbo ser quando se referir a tempo (hora e data), distância ou fenômeno meteorológico.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Nascimento, Zacarias Santos; Maria do Céu Vieira Lopes (2011). Domínios - Gramática da Língua Portuguesa 2ª ed. Plátano Editora [S.l.] p. 105. ISBN 978-972-770-850-5. 
  2. Relvas, José Maria. Gramática Portuguesa. 2ª Edição revista, actualizada e aumentada 2ª ed. Europress [S.l.] p. 40, 116, 117. 

http://www.mundoeducacao.com/gramatica/verbos-impessoais.htm

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.