Via do alfa-aminoadipato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O aminoácido L-lisina

A via do α-aminoadipato é uma via metabólica para a síntese do aminoácido L-lisina. Nos eucariotas, esta via é exclusiva dos fungos mais desenvolvidos (que contêm quitina nas suas paredes celulares) e dos euglenídeos.[1] Foi também relatada em bactérias so género Thermus.[2] O composto precursor da L-lisina é o α-cetoglutarato; as sete enzimas envolvidas são, sequencialmente: homocitrato sintase, homoaconitase, homoisocitrato desidrogenase; α-aminoadipato aminotransferase; α-aminoadipato redutase, sacaropina redutase, e sacaropina desidrogenase.[3]

Referências

  1. Zabriskie TM, Jackson MD. (2000). «Lysine biosynthesis and metabolism in fungi». Natural Product Reports [S.l.: s.n.] 17 (1): 85–97. PMID 10714900. 
  2. Kosuge T, Hoshino T (1999). «The α-aminoadipate pathway for lysine biosynthesis is widely distributed among Thermus strains». Journal of Bioscience and Bioengineering [S.l.: s.n.] 88: 672–5. doi:10.1016/S1389-1723(00)87099-1. PMID 16232683. 
  3. Xu H, Andi B, Qian J, West AH, Cook PF (2006). «The α-aminoadipate pathway for lysine biosynthesis in fungi». Cell Biochemistry and Biophysics [S.l.: s.n.] 46 (1): 43–64. doi:10.1385/CBB:46:1:43. PMID 16943623. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.