Viador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Viator)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Viador (desambiguação).

Viador (em latim: viator; plural: viatoris), na Roma Antiga, era um oficial com função de mensageiro. Foi uma das quatro classes de aparidores, os atendentes dos magistrados que foram pagos do tesouro público.[nt 1] Seu nome deriva das circunstâncias como foram geralmente empregados em recados, seja para chamar senadores para frequentarem a reunião do senado, ou convocar as pessoas para a assembleia. Eles são citados nas fontes desde os primeiros momentos da República Romana como ministros de alguns magistrados e Tito Lívio nos informa sobre viadores de um ditador e dos cônsules.[3]

Posteriormente, os viadores são citados como atendentes dos magistrados que possuíam potestas (poder) e não imperium (poder de mando), tal como o tribuno da plebe, o censor e o edil. Eles foram, em resumo, os atendentes de todos os magistrados que tinham o jus prendendi. Não é conhecida a quantidade de viadores para cada um dos magistrados, embora tem-se notícia que um deles tinha o direito no comando de seu magistrado para prender pessoas (ligare), de modo que foi chamado lictor.[3]

Notas

  1. Os outros são os lictores, pregões (anunciadores ou arautos) e escribas (notários públicos ou escriturários).[1][2]

Referências

  1. Horster 2006, p. 334.
  2. Peretz 2006, p. 452.
  3. a b «Viator» (em inglês). Consultado em 9 de outubro de 2014 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Horster, Marietta (2007). «Living on Religion: Professionals and Personnel». A Companion to Roman Religion. [S.l.]: Blackwell 
  • Peretz, Daniel (2006). «The Roman Interpreter and His Diplomatic and Military Roles». Historia. 55