Videonistagmografia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Videonistagmografia (VNG) é um exame para testar a função do ouvido interno e as funções motoras centrais, num processo conhecido como avaliação vestibular.[1] Envolve o uso de óculos infravermelhos para rastrear os movimentos dos olhos durante a estimulação visual e mudanças posicionais.[2] O VNG pode determinar se a tontura é causada por doença do ouvido interno, nomeadamente a vertigem posicional paroxística benigna (VPPB), ou, ao invés, se se deve a outras causas, como hipotensão arterial ou ansiedade.[3]

O teste de VNG é composto por vários componentes. O examinado é convidados a usar óculos com câmaras de vídeo sensíveis que monitorizam o movimento dos olhos. Durante a primeira parte do teste, o doente seguir um ponto num ecrã com os olhos. O ponto pode subir, descer, ir de lado a lado, ou mudar de posição aleatoriamente.

Outra parte do teste requer que o doente se sente em várias posições diferentes (deitado de costas, cabeça para a direita, cabeça para a esquerda, corpo rodado para a direita e corpo rodado para a esquerda).

A parte final da VNG requer teste de resposta calórica.

Referências