Vulcabras-Azaleia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Vulcabrás)
Ir para: navegação, pesquisa
Vulcabras-Azaleia
Razão social Vulcabrasǀazaleia S.A.
Tipo Empresa de capital aberto
Cotação BM&F Bovespa:VULC3
Indústria Manufaturada
Gênero Sociedade anônima
Fundação 1952 (65 anos)
Sede Jundiaí, SP
Locais América Latina
Presidente Pedro Grendene Bartelle
Pessoas-chave Milton Cardoso dos Santos Filho, (CEO)
Empregados 35.000
Produtos Calçado, lona, varejo, têxtil
Lucro Baixa R$ -126,6 milhões (2013)
LAJIR Baixa R$ 276,1 milhões (2013)
Faturamento Baixa R$ 1,326 bilhão (2013)[1]
Website oficial www.vulcabrasazaleia.com.br

A Vulcabras-Azaleia (BM&F Bovespa:VULC3) é uma empresa brasileira de calçados, de capital aberto, cujos principais acionistas são da família Grendene.[2]

Com sede em Jundiaí, no interior do estado de São Paulo, constitui-se na maior companhia do país no setor de calçados esportivos, femininos e confecções esportivas, contando, entre outras, com as marcas Azaléia, AZ, Dijean, Funny, Opanka, OLK, Olympikus, Reebok e Botas Vulcabras.

Após o fechamento de seis fábricas na Bahia,[2] interromper as fabricações em sua filial no Rio Grande do Sul,[3]e demitir cerca de 8,9 mil funcionários devido a problemas financeiros, possui atualmente cinco fábricas, três no Brasil, uma na Argentina e uma na Índia. As unidades são próprias e localizam-se no Ceará, Sergipe e Bahia, no Brasil, em Coronel Suárez, na Argentina e em Chennai, Índia[4] e mais de 35 mil colaboradores, no país e no exterior.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. a b «O conserto da Vulcabras - ISTOÉ DINHEIRO». ISTOÉ DINHEIRO. 8 de agosto de 2012 
  3. S.Paulo, Informações do jornal O Estado de (10 de maio de 2011). «Parobé (RS): Vulcabrás/Azaleia fecha fábrica e demite 800» 
  4. «Vulcabras começa a transferir para Índia parte da produção de tênis». Negócios. 21 de junho de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.