Wikipédia:Comunicado sobre um milhão de artigos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


A Wikipédia em português chegou a 1 000 000 de artigos
com o verbete Perdão de Richard Nixon,
criado em 26 de junho de 2018 às 19h09min UTC.

Wikipedia, a enciclopédia livre – 1.000.000 de artigos

Em constante crescimento desde sua criação em 2001,[1] a Wikipédia em português atingiu a marca de um milhão de artigos escritos. A Wikipédia em português ou Wikipédia lusófona é a versão em língua portuguesa da Wikipédia, a enciclopédia livre.

Quem somos

A comunidade de editores decidiu usar o logo acima para comemorar o feito.

Totalmente escrita por voluntários espalhados pelo mundo inteiro, a Wikipédia é mantida por uma fundação sem fins lucrativos, a Wikimedia Foundation. O corpo de editores é diverso, difuso, voluntário e não tem qualquer ligação profissional com a Wikimedia Foundation, que é mantida com doações, não solicita dados pessoais e respeita rigorosamente a privacidade de leitores e editores. Isso favorece a escrita neutra, imparcial e isenta de interferência externa.

Todo o texto da Wikipédia está publicado sob as licenças livres Creative Commons Attribution/Share-Alike License 3.0[2] e GNU Free Documentation License[3] (GFDL), permitindo que os colaboradores acrescentem e modifiquem o trabalho um do outro e dando a terceiros os direitos de modificar e reutilizar os verbetes da Wikipédia, desde que deem crédito aos autores e utilizem a mesma licença.

A marca de um milhão de verbetes foi ultrapassada, anteriormente, por Wikipédias em outros idiomas, como inglês, alemão, francês, russo e espanhol. A Wikipédia em português é atualmente a 15.ª maior em número de artigos — existem no momento Wikipédias em 298 idiomas. A enciclopédia em inglês, a maior de todas, é composta de mais de 5,6 milhões de verbetes.[4]

Um trabalho em progresso

Os projetos Wikimedia estão em constante desenvolvimento.

Desde o lançamento da enciclopédia em 2001, não aumentou apenas o número de artigos, mas também a qualidade da informação nesses artigos. Os verbetes melhoram continuamente, tornam-se mais completos, mais bem formatados e apresentam mais fontes. A verificabilidade e a imparcialidade formam as bases do processo editorial. O trabalho de reciclagem é constante e artigos que não satisfazem os critérios mínimos são reescritos ou eliminados. Existem diversos processos de avaliação, revisão e controle das alterações de conteúdo, de forma que edições mal-intencionadas são detectadas e desfeitas. O número de artigos de alta qualidade vem crescendo e hoje há mais de dois mil artigos avaliados como excelentes pela própria comunidade, entre eles Império Romano, planeta Terra e heavy metal, que definitivamente superam em qualidade os respectivos artigos em enciclopédias comerciais.

Hoje, o domínio wikipedia.org é o quinto mais visitado no mundo,[5] o décimo segundo mais visitado no Brasil,[6] o oitavo em Portugal,[7] o sétimo em Angola,[8] Guiné Equatorial,[9] Macau,[10] Moçambique,[11] e Timor-Leste,[12] e o décimo quarto em Cabo Verde,[13] com semelhante destaque em todos os países de língua portuguesa. A versão em português da Wikipédia tem cerca de 350 milhões de visitas por mês, sendo cerca de metade desses acessos feita a partir de dispositivos móveis.

Nossos objetivos

A Wikipédia fornece referências, bibliografias e ligações externas que corroboram e complementam o conteúdo de seus artigos, ligações para outros verbetes da enciclopédia e para seus análogos em outras línguas. Todo artigo tem sua página de discussão aberta e cada uma das versões de uma página pode ser lida livremente. Tudo isso para fomentar a leitura crítica e tornar a busca por informação de qualidade um processo de pesquisa pela análise de fontes diversas e pontos de vista variados.[14] Nesse processo, espera-se instigar o leitor a assumir uma postura ativa e contribuir com a melhoria do conteúdo.

Há iniciativas para fomentar a diversificação e a qualificação do corpo de editores, como o projeto Wikipédia na Educação, que visa a melhoria do conteúdo da enciclopédia como atividade de aprendizagem junto a diversas universidades e outras instituições de ensino e campanhas para aumentar o número de voluntárias do sexo feminino, que em 2011 representavam apenas 10% dos editores.

Esperamos que a Wikipédia lusófona conte com cada vez mais voluntários, de forma a impulsionar o projeto e fazer com que a cada dia o objetivo de fornecer informação livre e gratuita para todos esteja cada vez mais completo. Este trabalho é contínuo, expansivo e jamais se encerra; nas palavras do fundador da Wikipédia, Jimmy Wales, ela "não terá fim do ponto de vista de conteúdo, já que o conhecimento humano nunca terá fim. Assim, tanto o conhecimento quanto a Wikipédia estarão sempre crescendo."[15]

Atenciosamente,
Editores da Wikipédia em português



Mais informações

Donativos

NOTA: Todo o texto desta página está em domínio público: os autores não irão reclamar nenhum direito autoral e autorizam qualquer uso do texto.

Notas e referências

Notas

  1. Perdão de Richard Nixon.
  2. Devido ao constante processo de criação e eliminação de páginas, a contagem de verbetes pode oscilar consideravelmente. O número 1 000 000 é apenas simbólico e se refere à primeira vez quando o marcador ultrapassou os 999 999 artigos.

Referências

  1. «[Wikipedia-l] new language wikis» (em inglês). Fundação Wikimedia. 11 de maio de 2001. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  2. «GNU Free Documentation License» (em inglês). GNU Operating System. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  3. «Lista de Wikipédias». Meta. 15 de maio de 2018. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  4. «The top 500 sites on the web» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  5. «Alexa Internet - Topsites Brasil» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  6. «Alexa Internet - Topsites Portugal» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  7. «Top Sites in Angola» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  8. «Top Sites in Equatorial Guinea» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  9. «Top Sites in Macao» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  10. «Top Sites in Mozambique» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  11. «Top Sites in Timor-Leste» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  12. «Top Sites in Cape Verde» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  13. Cobb, Loren (22 de junho de 2009). «Study of vandalism survival times». The Signpost (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2018. 
  14. Vinícius, Sérgio (1 de junho de 2006). «"A Wikipédia não é anarquia", diz fundador da enciclopédia». Folha de S. Paulo. Consultado em 26 de junho de 2018.