William Binney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William E. Binney
Binney no Congresso de Privacidade e Vigilância (2013) da École polytechnique fédérale de Lausanne.
Nascimento 1944 (72 anos)
Pensilvania, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Ocupação considerado um dos melhores Matemáticos e criptoanalistas na História da NSA; trabalhou para a Agência por 32 anos.[1]

William Edward Binney[2] é um ex-alto oficial de inteligência, tendo trabalhado por mais de 30 anos para a Agência de Segurança Nacional (NSA).[3]

Binney é matemático especialista em criptografia sendo considerado um dos melhores matemáticos e criptoanalistas da história da NSA.[4] [5]

Se demitiu em 31 de Outubro de 2001, devido ao que ele concluiu serem atividades de corrupção dentro da NSA relacionadas aos projetos de nome ThinTread[6] e TrailBlazer[5] e o Stellar Wind.

A partir dai, passou a procurar meios de comunicar as autoridades americanas as irregularidades dos programas que a NSA estava implantando. Contactou membros do Senado e do Legislativo sem sucesso.[7] Tornou-se um dos primeiros denunciantes dos programas de vigilância global da NSA.

William Binney antes da entrevista para Democracy Now! New York, 4 de Maio de 2012- Foto por Jacob Appelbaum, ativista e especialista em segurança computacional

Primórdios do PRISM (programa de vigilância)[editar | editar código-fonte]

Binney relata que o propósito original do projeto ThinThread era dirigido para coleta de sinais de inteligência de países no exterior, fora dos Estados Unidos. Mas, afirmou Binney, após o ataque de 11 de setembro de 2001 aos Estados Unidos, controles que limitavam coleta de dados de cidadãos norte-americanos foram removidos, o que levou as preocupações por ele e outros que as ações eram ilegais e inconstitucionais. Binney alegou que a instalação em Bluffdale foi projetada para armazenar uma ampla gama de comunicações domésticas, além das vindas do exterior, para mineração de dados sem autorização judicial.[8] .

Represália pela NSA[editar | editar código-fonte]

Enfrentou a inúmeras ações de intimidação pela NSA e pelo FBI,incluindo a invasão de sua casa, em 2007, por agentes do FBI com armas apontadas para sua família.[9]

Ele continua a falar em publico sobre os programas de vigilância e apos as revelações de Edward Snowden em 2013, suas acusações foram confirmadas nos documentos revelados. Em ação na Justiça, Binney testemunhou que a NSA vem deliberadamente violando a Constituição Americana.[7] [10]

Mapa da coleta de dados global[11] pela NSA

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1] Assista o documentário "O Programa" - Em inglês - The National Security Agency’s Domestic Spying Program - NYTimes.com
  2. Video de Entrevista (ingles)Thomas Drake (2011-10-26). "William Edward Binney Collection" (Video; 25 Min). Veterans History Project. American Folklife Center of the Library of Congress. Consult. 2013-06-29. 
  3. "Tres denunciantes da NSA, com ajuda da [[EFF]], entram com Açāo na Justiça contra NSA". Electronic Frontier Foundation. 2 de Julho de 2012. Consult. May 11, 2013.  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  4. The New Yorker: - The Secret Sharer The New Yorker, 23 de maio de 2011, por Jane Mayer - data de acesso: 18 de fevereiro de 2015
  5. a b NYTimes.com: The Program - Video The New York Times, 23 de maio de 2011 - data de acesso: 18 de fevereiro de 2015 Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content
  6. commondreams.org: NSA Killed System That Sifted Phone Data Legally
  7. a b Democracy Now!: Whistleblower: The NSA Is Lying–U.S. Government Has Copies of Most of Your Emails | Democracy Now! Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Democracy_Now.21" defined multiple times with different content
  8. NYTimes.com: Officials Say U.S. Wiretaps Exceeded Law - NYTimes.com
  9. [2] NSA Esta Mentindo . Ela tem copia dos seus e-mails - 20 de Abril de 2012 - Democracy Now!
  10. [3] William Binney em Entrevista (transcrita em espanhol) 23 de Abril de 2012 - Democracy Now!
  11. O Globo: Mapa mostra volume de rastreamento do governo americano - O Globo