World Energy Council

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde março de 2012).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
World Energy Council
Atividade Energia
Fundação 1924
Sede Londres,  Reino Unido
Website oficial http://www.worldenergy.org

O World Energy Council (WEC) ("Conselho Mundial de Energia", em português) é um fórum global para ideias inovadoras e compromissos tangíveis com sede em Londres. Sua missão é de 'promover o fornecimento e a utilização sustentável da energia em benefício de todos os povos'.

A ideia da fundação do WEC veio de Daniel Nicol Dunlop por volta de 1920. Ele queria reunir especialistas de todo o mundo para discutir questões energéticas atuais e futuras. Ele organizou em 1923 o primeiro comitê nacional, que organizou a primeira World Power Conference (WPC) em 1924. 1700 experts de 40 países se encontraram em Londres para discutir as questões energéticas. O encontro foi um sucesso e os participantes decidiram criar em 11 de Julho de 1924 uma organização permanente chamada de World Power Conference. Dunlop foi eleito como primeiro Secretário Geral. Em 1968 o nome foi mudado para World Energy Conference e em 1992 se tornou World Energy Council.

Hoje em dia, o WEC tem Comitês Membros em mais de 90 países, que representa mais de 3000 organizações membro, incluindo governos, indústrias e instituições especialistas no assunto. O WEC abrange todos os recursos energéticos e tecnologia de suprimento e demanda de energia.

As publicações da WEC incluem um anuário país por país de Energia e Avaliação da Política Climática, A Pesquisa de Recursos Energéticos.

Congressos de Energia Mundial[editar | editar código-fonte]

  1. Londres, 1924
  2. Berlim, 1930
  3. Washington, 1936
  4. Londres, 1950
  5. Viena, 1956
  6. Melbourne, 1962
  7. Moscou, 1968
  8. Bucareste, 1971
  9. Detroit, 1974
  10. Istambul, 1977
  11. Munique, 1980
  12. Nova Délhi, 1983
  13. Cannes, 1986
  14. Montreal, 1989
  15. Madri, 1992
  16. Tóquio, 1995
  17. Houston, 1998
  18. Buenos Aires, 2001
  19. Sydney, 2004
  20. Roma, 2007
  21. Montreal, 2010

Secretários gerais[editar | editar código-fonte]

  • 1924 – 1928: Daniel Nicol Dunlop
  • 1928 – 1966: Charles Gray
  • 1966 – 1986: Eric Ruttley
  • 1986 – 1998: Ian Lindsay
  • 1998 – 2008: Gerald Doucet
  • 2008 - 2009: Kieran O'Brian (temporário)
  • 2009 - atualmente: Christoph Frei

Relatório[editar | editar código-fonte]

Um relatório foi publicado em 2011, em parceira com Oliver Wyman, intitulado de Políticas para o futuro: 2011 Avaliação da energia do país e as políticas climáticas, que classifica as performances dos países de acordo com um índice de sustentabilidade energética.[1] Os melhores classificados foram Suíça, Suécia e França.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 20 de novembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre World Energy Council