Reino de Uu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Wu (estado))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reino de Uu
século XI a.C.470 a.C. 
Chinese plain 5c. BC-en2.png
Chinese plain 5c. BC-en2.png
Uu no século V a.C.
Região China
Capital
Países atuais China

Língua oficial Chinês
Religião Religião tradicional

Período histórico
• século XI a.C.  Fundação
• 470 a.C.  Conquista por Iue

Reino de Uu (em chinês: ; transl.: ) foi um Estado da antiga China durante o Período Chou (1046–256 a.C.) e o Período das Primaveras e Outonos (771–476 a.C.) centrado em Uu (atual Sucheu).[1] Foi alegadamente fundado pelo tio do rei Uem de Chou (r. 1099–1055 a.C.), porém, independente disso, a população era composta por nativos. Permaneceu por séculos inerte, mas por volta de 583 a.C., quando os Reinos de Jim e Chu estavam guerreando, o antigo ministro de Chu que se refugiou em Jim sugeriu que uma embaixada fosse enviada a Uu para formar uma aliança. A estratégia surtiu efeito, pois Uu anexou terras de vários ex-subordinados de Chu e participou nas reuniões interestatais no norte. Manteve pressão sobre Chu, enviando um terço de seu exército para atacar periodicamente áreas distintas. Em 506 a.C., com a exaustão de Chu, lançou grande invasão, derrotando Chu em cinco batalhas consecutivas e quase causando seu colapso.[2]

Em 510 a.C., Uu invadiu o Reino de Iue e desde então estes reinos lutaram entre si pelo controle da terra fértil do delta do rio Azul. Em 496 a.C., o rei de Uu morreu de feridas sofridas numa invasão de Iue. Em 493 a.C., Fuchai de Uu (r. 495–474), para vingar a morte de seu pai, derrotou Iue decisivamente, forçando Goujiã (r. 496–465 a.C.) a se render. Em 486 a.C., começou a cavar um canal para ligar a planície central com o sul e em 485 a.C., derrotou o Reino de Chi. Ao estender o seu canal a oeste até Honã, desafiou Jim pelo estatuto como Ba (poder hegemônico). Jim foi derrotado e Fuchai fez uma conferência interestatal em Huanguechi em 482 a.C.. Almejando se vingar, nos anos 470 a.C., se aproveitando que Fuchai estava no norte guerreando, Goujiã lançou grande expedição contra sua capital, que foi tomada e seu herdeiro aparente morreu. Fuchai retornou às pressas para Huanguechi e pediu uma trégua, mas Goujiã se recusou e enviou outra grande expedição em 473 a.C.. Após três anos de cerco, a capital foi novamente tomada e Fuchai se enforcou, causando o colapso de Uu.[3]

Referências

  1. Falkenhausen 1999, p. 529.
  2. Hsu 1999, p. 563.
  3. Hsu 1999, p. 564.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hsu, Cho-Yun (1999). «The Spring and Autumn Period». In: Loewe, Michael; Shaughnessy, Edward L. Cambridge History of Ancient China. From the Origins of Civilization to 221 B.C. Cambrígia: Imprensa da Universidade de Cambrígia 
  • Falkenhausen, Lothar von (1999). «The Waning of the Bronze Age». In: Loewe, Michael; Shaughnessy, Edward L. Cambridge History of Ancient China. From the Origins of Civilization to 221 B.C. Cambrígia: Imprensa da Universidade de Cambrígia